Pular para o conteúdo principal

Fringe "Brave New World Parte 1" 4x21



e agora? 

Após a separação dos universos, restávamos saber, qual desfecho a temporada iria tomar e como a divisão Fringe agiria para deter a pessoa por trás de toda as catástrofe nos universos. O vilão da série até então, David Jones. A agulha no palheiro de toda essa guerra. Sempre comentei nas reviews que tinha alguém por trás de Jones. Sempre eliminei a possibilidade de William Bell, pois, o ator Leonard Nimoy anunciou a muito tempo a sua aposentadoria, mas não deixou de ser sempre a minha primeira opção. O personagem poderia voltar na série, é claro, mas na forma como vimos em temporadas passadas - em animação ou assumindo o corpo de alguém, como ocorreu com Olívia. Vimos Bell preso no âmbar em "Letters Of Transit", mas aquilo poderia ter sido feito por computação gráfica. Não foi. Leonard Nimoy voltou a atuar. Para a minha surpresa e para noooosssa alegria. O personagem de Nimoy é fundamental na série. Sempre é mencionado e muitas vezes os produtores devem fazer modificações devido a ausência do ator. Felizmente o ator está de volta, ajudando a dar um desfecho nessa temporada, quiçá da série. 

O episódio começou morno, parecido com aqueles dedicados a um evento Fringe. Não seria possível que na primeira parte de um season finale, Fringe não tocaria afundo na "ferida aberta". Claro que iriam afundo. Foram mais fundo do que imaginava. O evento Fringe serviu para desmascarar William Bell. Claro que Walter iria relacionar aquela grande engenhoca na escada rolante à Bell, mesmo tendo negligenciado o trabalho de Jones. Claro também que Bell sabia que isso iria acontecer. Bell está sempre um passo a frente. Ele sabia que a ameaça de destruição de Boston iria servir apenas para ocupar o tempo da divisão Fringe, além de é claro, servir de plataforma para o sacrifício de Jones. Todos esperavam que a caça aos Bishops seria o próximo objetivo de Bell, mas não. Ele não quer eles mortos. Ele quer (parece) um novo universo e não desistirá disso nunca. Motivos pelos Bell tenha "virado a casaca"? Não faço ideia. 


Mas faço ideia do motivo de Bell não estar morto. Como vimos na temporada passada, Bell se sacrificou pela divisão Fringe, pois, sua morte já era aguardada por ele, devido a seu estado de saúde. Sacrificou-se. Como estamos em uma time line modificada pela ausência de Peter, Bell não teve a oportunidade do sacrifício, devido as mudanças ocorridas, porém, sua saúde debilitada, manteve-se. De algum jeito, ele conseguiu se curar, dando origem a um novo William Bell. Como disse acima, os motivos são um mistério, mas ainda acredito no caráter de Bell. Talvez, ele não esteja com más intenções com os universos - mesmo destruindo-os - e suas ações poderão serem justificadas no final. Será? Acho que não. Só viajando, mas não descarto nada. 

Temos que relembrar o que foi dito em "Letters Of Transit". Alguns fatos ocorridos nesse episódio encaixam com os acontecimentos do futuro. São eles: 
  • Olívia e Peter panejando a vida conjugal. Berçário é discutido. Ótimo! Etta vem aí. 
  • Walter leva uma mágoa de Bell por algo que tenha feito a Olívia. Estamos começando a descobrir o porquê. Deverão entrar nesse assunto no próximo episódio. 
  • Astrid leva um tiro no final do episódio. Claro que ela não vai morrer. Vimos-a no futuro. Simples assim. (ou não)
Não dá pra terminar sem comentar os novos velhos poderes de Olívia. Vimos em "The Day We Died" a consciência de Peter sendo levada a 2026, mostrando-nos como seria a "vida" caso os universos continuassem em guerra. Lá, deparamos com uma Olívia que sabia com perspicácia controlar seus "poderes". Depois Walternativo mete uma bala em sua cabeça. Ótimo ver Olívia se redescobrindo, mesmo, contra sua vontade. Não espero que seja uma super-heroína, longe disso, mas seus poderes deve ser usado em algo bem mais importante, suspeito. Isso iria acontecer alguma hora. Já estava até demorando. Sua ajuda a Peter foi preponderante para não apenas salvar seu amor, mas manter os planos de Bell a salvo. 


A primeira parte do season finale foi lenta, mas importantíssima. Fundamental para ajeitar as coisas para o desfecho final. Um "Admirável Mundo Novo" deve surgir de qualquer maneira. Fundindo os universos para a criação de outro ou mantendo os dois universos bonitinhos, sem a ameaça de destruição. Claro que fico com a segunda opção, principalmente com a dica dos produtores, apesar de ser ambígua. Admirável. 

PS1: Só isso Rebecca Mader? =(

PS2: Teoria para o season finale: Como Bell se tornou o vilão de Fringe? (se é que ele será o vilão mesmo). Vimos que Bell sempre esteve a beira da morte, porém sua morte foi um sacrifício. É certo que a ausência de Peter influenciou de alguma maneira no "ressurgimento" de Bell. O que será que aconteceu para que Bell conseguisse vencer a sua doença e se tornar o vilão de Fringe? Acredito que ele é mesmo vilão, pois, caso contrário, não receberia Astrid e Walter a balas, mas a possibilidade de estar agindo a favor, também é muito grande. O ponto que desencadeou essa situação que intriga-me.

Nota: 10/10

Postagens mais visitadas deste blog

Confira as 5 séries mais vistas na Netflix pelo mundo

Nos últimos dez anos, a Netflix transformou a forma como o mundo assiste filmes e programas de TV, fornecendo aos assinantes uma enorme biblioteca de clássicos convencionais  e dezenas de recomendações personalizadas - tudo disponível na ponta dos dedos. Isso é mais do que apenas conveniência,  é a metamorfose da mídia.
Usando os dados do Google Trends, o site highspeedinternet.com classificou os países pelo número de pesquisas relacionadas à Netflix e referenciou as suas classificações com as séries mais procuradas. No mapa acima você confere qual é a TOP de audiência em cada país, e, abaixo você confere quais as 5 séries mais procuradas no serviço de streaming.
TOP 5:

1 - Sherlock
2 - Friends
3 - Narcos
4 - House of Cards
5 - New Girl

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…