Fringe "Brave New World Parte 1" 4x21



e agora? 

Após a separação dos universos, restávamos saber, qual desfecho a temporada iria tomar e como a divisão Fringe agiria para deter a pessoa por trás de toda as catástrofe nos universos. O vilão da série até então, David Jones. A agulha no palheiro de toda essa guerra. Sempre comentei nas reviews que tinha alguém por trás de Jones. Sempre eliminei a possibilidade de William Bell, pois, o ator Leonard Nimoy anunciou a muito tempo a sua aposentadoria, mas não deixou de ser sempre a minha primeira opção. O personagem poderia voltar na série, é claro, mas na forma como vimos em temporadas passadas - em animação ou assumindo o corpo de alguém, como ocorreu com Olívia. Vimos Bell preso no âmbar em "Letters Of Transit", mas aquilo poderia ter sido feito por computação gráfica. Não foi. Leonard Nimoy voltou a atuar. Para a minha surpresa e para noooosssa alegria. O personagem de Nimoy é fundamental na série. Sempre é mencionado e muitas vezes os produtores devem fazer modificações devido a ausência do ator. Felizmente o ator está de volta, ajudando a dar um desfecho nessa temporada, quiçá da série. 

O episódio começou morno, parecido com aqueles dedicados a um evento Fringe. Não seria possível que na primeira parte de um season finale, Fringe não tocaria afundo na "ferida aberta". Claro que iriam afundo. Foram mais fundo do que imaginava. O evento Fringe serviu para desmascarar William Bell. Claro que Walter iria relacionar aquela grande engenhoca na escada rolante à Bell, mesmo tendo negligenciado o trabalho de Jones. Claro também que Bell sabia que isso iria acontecer. Bell está sempre um passo a frente. Ele sabia que a ameaça de destruição de Boston iria servir apenas para ocupar o tempo da divisão Fringe, além de é claro, servir de plataforma para o sacrifício de Jones. Todos esperavam que a caça aos Bishops seria o próximo objetivo de Bell, mas não. Ele não quer eles mortos. Ele quer (parece) um novo universo e não desistirá disso nunca. Motivos pelos Bell tenha "virado a casaca"? Não faço ideia. 


Mas faço ideia do motivo de Bell não estar morto. Como vimos na temporada passada, Bell se sacrificou pela divisão Fringe, pois, sua morte já era aguardada por ele, devido a seu estado de saúde. Sacrificou-se. Como estamos em uma time line modificada pela ausência de Peter, Bell não teve a oportunidade do sacrifício, devido as mudanças ocorridas, porém, sua saúde debilitada, manteve-se. De algum jeito, ele conseguiu se curar, dando origem a um novo William Bell. Como disse acima, os motivos são um mistério, mas ainda acredito no caráter de Bell. Talvez, ele não esteja com más intenções com os universos - mesmo destruindo-os - e suas ações poderão serem justificadas no final. Será? Acho que não. Só viajando, mas não descarto nada. 

Temos que relembrar o que foi dito em "Letters Of Transit". Alguns fatos ocorridos nesse episódio encaixam com os acontecimentos do futuro. São eles: 
  • Olívia e Peter panejando a vida conjugal. Berçário é discutido. Ótimo! Etta vem aí. 
  • Walter leva uma mágoa de Bell por algo que tenha feito a Olívia. Estamos começando a descobrir o porquê. Deverão entrar nesse assunto no próximo episódio. 
  • Astrid leva um tiro no final do episódio. Claro que ela não vai morrer. Vimos-a no futuro. Simples assim. (ou não)
Não dá pra terminar sem comentar os novos velhos poderes de Olívia. Vimos em "The Day We Died" a consciência de Peter sendo levada a 2026, mostrando-nos como seria a "vida" caso os universos continuassem em guerra. Lá, deparamos com uma Olívia que sabia com perspicácia controlar seus "poderes". Depois Walternativo mete uma bala em sua cabeça. Ótimo ver Olívia se redescobrindo, mesmo, contra sua vontade. Não espero que seja uma super-heroína, longe disso, mas seus poderes deve ser usado em algo bem mais importante, suspeito. Isso iria acontecer alguma hora. Já estava até demorando. Sua ajuda a Peter foi preponderante para não apenas salvar seu amor, mas manter os planos de Bell a salvo. 


A primeira parte do season finale foi lenta, mas importantíssima. Fundamental para ajeitar as coisas para o desfecho final. Um "Admirável Mundo Novo" deve surgir de qualquer maneira. Fundindo os universos para a criação de outro ou mantendo os dois universos bonitinhos, sem a ameaça de destruição. Claro que fico com a segunda opção, principalmente com a dica dos produtores, apesar de ser ambígua. Admirável. 

PS1: Só isso Rebecca Mader? =(

PS2: Teoria para o season finale: Como Bell se tornou o vilão de Fringe? (se é que ele será o vilão mesmo). Vimos que Bell sempre esteve a beira da morte, porém sua morte foi um sacrifício. É certo que a ausência de Peter influenciou de alguma maneira no "ressurgimento" de Bell. O que será que aconteceu para que Bell conseguisse vencer a sua doença e se tornar o vilão de Fringe? Acredito que ele é mesmo vilão, pois, caso contrário, não receberia Astrid e Walter a balas, mas a possibilidade de estar agindo a favor, também é muito grande. O ponto que desencadeou essa situação que intriga-me.

Nota: 10/10
Tecnologia do Blogger.