Smash "The Movie Star" 1x11




Eu odeio a Rebecca Duvall. Eu tenho coragem de dizer.

Vou começar polemizando. Porque diabos Rebecca Duvall ainda continua como a estrela da peça, mesmo com todas aquelas bizarrices mostradas? A princípio, a imposição de uma estrela era devido aos antigos patrocinadores. Agora que Eileen conseguiu um novo e único patrocinador, ficou estranho eles se sujeitarem aos mimos de Rebecca, principalmente sem retorno algum. Não estou engolindo profissionais como Derek, Júlia e Tom aceitarem-a pisando literalmente em seus trabalhos.

Duas excepcionais substitutas estão só esperando a queda (que deve acontecer) para voltarem a se degladiar. Por enquanto estão se aturando. Ivy a base da falsidade e Karen engolindo-a devido a sua educação e humildade. Não dá pra falar que são amiguinhas, não é gente? Mas esse plot está bem engraçado.

Ambas têm um ponto fraco significativo e Derek mencionou isso muito bem, apesar de já estarmos "carecas" de saber. Uma inexperiente e outra sem oportunidade em grandes espetáculos. Isso vem atormentando-as desde o início da série e independente de Ivy ter vencido Karen nas preliminares, ambas sempre estiveram perto de assumir o papel principal, mas é claro que Ivy sempre esteve na frente.


Sinceramente não vou me decepcionar, caso Ivy conseguir ser a Marilyn do espetáculo. Independente de toda sua falsidade e desonestidade, ele tem muito talento. Isso é inegável. Porém, faltando 4 episódios, muita coisa pode acontecer e eu ainda aposto (e torço) que Karen conseguirá o papel. Derek está enfeitiçado literalmente por Karen e se nosso diretor "fudidão" resolver bancá-la, a temporada terminará com todos felizes para sempre. Menos Ivy é claro (ou não?).

e mais:

Tom e seu novo namorado. Parece que agora Tom arrumou um que vai colocá-lo nos trilhos. Confesso que considero o casal "nada a ver". Na verdade, considero seu namorado Sam um gay "nada a ver".

Falando em namorado, Karen tem um namorado verdadeiramente imbecil.

E Júlia (uma das peladex do mês da revista americana Allure) continua comendo o pão que o diabo amassou. Não sei se é pior conviver com o problema com seu marido ou aguentar diariamente seu filho mimado. Mesmo assim, continua escrevendo lindamente, como sempre.

Nota: 8/10

3 comentários:

  1. Comecei a ver Smash fim de semana e já assisti todos. Amei. Viciei. Pirei! É perfeito! 
    Também torço pela Karen, mas devo confessar que gosto da Ivy, ela é talentosa e inteligente. Qualquer pessoa no lugar dela faria a mesma coisa, afinal, perder o papel pra uma estrela de cinema vá lá, mas perder pra uma novata não, né? Ninguém merece. Acho que estão mantendo a Rebecca Duval (que eu também odeio, ela e o assistente/duas caras/interesseiro do Ellis são as únicas pessoas que não gosto. Perai, acrescente a essa lista o namorado idiota da Karen, faz uns 3 episódios que peguei birra dele), enfim, acho que estão mantendo-a por ser uma estrela de cinema, isso por si só já garante sucesso de bilheteria. 
    Sobre o romance Tom e dançarino que esqueci o nome, eu curti! Curti ainda mais por ele fugir do esteriótipo gay que ama musicais, Marilyn, balada e pegação. Nem todos os gays são assim e achei foda eles mostrarem outras faces de homossexuais.
    A Julia esta sofrendo e isso é triste, mas ela só esta lidando com o que ela mesma provocou. E não estou falando da traição em si, estou falando da IDIOTISSE dela de beijar o amante na frente da casa dela com o filho em casa. pelamordedeus Julia! Não me mata de vergonha.
    Ahhhh, devo dizer que desde o primeiro episódio estou torcendo pra Karen dar uns pegas no Derek e esnobá-lo depois... Ainda mais depois daquela cena dela de Marilyn seduzindo-o.. 
    chega logo episódio 12!

    ResponderExcluir
  2. Olha a Camila gostando de Smash! o/ Não esperava. Bem vindo ao clube! ;)

    ResponderExcluir
  3. Eu não curti muito a Rebecca Duval... que mulherzinha mais irritante, aff...

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.