Person Of Interest "Matsya Nyaya" 1x20



Quando Person Of Interest mostra o que tem de melhor, dá nisso: Baita episódio! 

Mesclando o passado e o presente de forma coesa, Person nos trouxe "Matsya Nyaya" - pra mim, o melhor episódio da série - simplesmente mostrando o que a série tem de melhor. Cenas muito bem construídas, ação com relevância, exaltando a importância da máquina, revelando o último caso de Reese na Cia, encaixando-os com os acontecimentos do presente e ainda, colocando seu antigo chefe em seu devido lugar. 

Reese não aprendeu com os erros, não é verdade? E nunca vai aprender mesmo, pois, ele sempre age com o coração. Não tem dó alguma de matar criminosos, mas sabe diferenciá-los. Objetivo principal por ter aceitado esse "trabalho". Tanto no passado, quanto no caso dessa semana, Reese foi traído pelo seu parceiro. Não é a primeira vez que eles tentam salvar a vida de um bandido. Pelo dessa vez, para o bem da sociedade, eles não conseguiram, evitando de criarem um novo Elias - guardadas as devidas proporções. 

Interessante foi como os produtores encaixaram com perfeição o passado de Reese com os corruptos da Cia que estão atrás dele. Essa junção é extremamente importante, pois, evita que a série caia na mesmice de sempre mostrar apenas casos aleatórios, mesmo que eles sejam apenas para entreter. Isso é o diferencial de Person em relação a maioria dos procedurais que vemos atualmente. 

Mais uma vez, Fusco teve papel importante. Reese reconheceu a sua importância e o fanfarrão Fusco, sem modéstia alguma, concordou. Num certo momento, a situação estava tensa e eu imaginando como eles iriam resolver, sem ideia alguma. Quando de repente, aparece o herói Fusco. Isso que é sensacional em Person. Alguns casos, você não tem a mínima noção de como será resolvido. Você sabe que vão resolver, pois, Reese e Finch não irão morrer tão cedo. Ficamos esperando como será a resolução e na imensa maioria das vezes, saímos satisfeitos. 

Vale destacar a parte técnica do episódio. A trilha sonora sempre me atrai, dando ênfase a cena e ilustrando a tensão dos fatos. As cenas de ação foram muito bem executadas. A parte explosiva também foi boa, mas poderiam ter caprichado mais nos efeitos visuais. A parte que o carro forte sai deslizando, fica notório a computação gráfica, mesmo para leigos. 


Faltando três episódios para o fim da temporada, a tendência é que a série focará no plot referente aos corruptos da CIA. O passado de Reese ainda deverá ser mais evidenciado, traçando um paralelo com os acontecimentos do presente. Acredito que ainda deverão explorar o mistério da máquina, talvez deixando-os de cliffhanger para a próxima temporada. Ainda continuo acreditando que ali, tem muito mais do que nos mostraram e Finch, é um poço de mistério. 

PS: LOST, Fringe, Alcatraz,... tal como Person Of Interest, são séries criadas por J.J.Abrams. A semelhança é que elas conseguem nos mostrar passado, presente e futuro de forma coesa, chegando a um ponto onde tudo faz sentido. Esse episódio de Person deixou isso bem claro, mesmo que a série não dê muita margem para viajar, devido a seu gênero. Sempre fui fascinado pelo trabalho de Abrams e considero LOST a melhor serie de todos os tempos. Mesmo assim, houveram episódios horríveis em LOST, e eu, detalhista que sou, não deixo passar batido e mesmo amanado uma série, tenho a obrigação de ao escrever, expor também seus erros e não ser fã/critico cego. É o caso de Person e de todas as séries que escrevo. Doa a quem doer.

Nota: 09/10

5 comentários:

  1. Review muito boa, é a primeira que leio sobre o episódio, só descordo da nota, rsrs, pra mim foi 10! Eu simplesmente amo essa série, desde Lost algo não me empolgava assim, espero que ela tenha vida longa... faltam 3 episódios, são 23, o último vai ao ar dia 17/05, acho que até lá rola alguma coisa sobre o Finch. Eu sinto falta dele quando ele passa o episódio quase inteiro na biblioteca, a gente sabe que ele é o "homem dos recursos", mas quando ele sai à campo o episódio ganha outra cara. Sobre a trilha, realmente ela sempre dá um tom bem legal nos episódios. Aquela música que faz parte a trilha incidental dá série que sempre aparece nos créditos finais é bem legalzinha também e tem muitas variações, você reparou? Dependendo do momento ela é mais intensa ou suave, no episódio "Super" quando o Finch invade o apartamento do zelador ela tem um ritmo mais acelerado, quando a Carter prende o atirador no bar, ela já tem um ritmo mais traquilo, bem legal. Fusco cada vez mais confiavél e importante, é curioso que mesmo Reese e Finch sendo uma dupla, eles praticamente agem como um quarteto (fantástico, não resisti o trocadilho rsrs) com a ajuda de Carter e Fusco. Parabéns pela review, que venha o 21, "Many Happy Returns"... abraços!

    ResponderExcluir
  2. Só não entendi o comentário "
    corruptos da CIA". Não lembro de nada que fale que eles são corruptos. Só que são agentes da CIA e que a CIA é conhecida por fazer o trabalho sujo pro governo.
    Não quer dizer que são corruptos, só que fazem o trabalho que ninguém quer fazer.
    O fato deles estarem atrás do Reese é porque ele teve contato com o tal note book que no minimo devia conter alguma coisa ligada ao governo e que ninguém poderia descobrir, por isso a necessidade dele ser morto.
    PS: Não sou agente da CIA, ta? Estou só comentando é que não lembro de nada que fazem eles serem corruptos XD
    No mais, também gostei do episódio e concordo que foi um dos melhores da série.

    ResponderExcluir
  3. Fusco está se superando, parecendo cada vez mais com mocinho do que com bandido.
    acho que teve até um episódio onde ele disse como se estivesse gostando disso(ser bom).

    Tá na hora de passar mais coisas sobre Finch, apesar de sabermos o que houve com seu projeto, concodo com o comentário do Agn acho que vem mais coisa por ái.

    ResponderExcluir
  4. Essa serie é maravilhosa. Concordo q JJ manda bem, só discordo q Lost foi a melhor de todas. Acho q o final deixou muita frustração, acabou sendo enrolação pura. Fringe é melhor. E a Person tb tem tudo pra ser épica.

    ResponderExcluir
  5. sem falar que a maquina deve ser A maquina né, e alem disso cara ta com cara de ser a hacker que acabo com finch, pois aquele laptop parece fazer de tudo!!!  

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.