Person Of Interest "Matsya Nyaya" 1x20



Quando Person Of Interest mostra o que tem de melhor, dá nisso: Baita episódio! 

Mesclando o passado e o presente de forma coesa, Person nos trouxe "Matsya Nyaya" - pra mim, o melhor episódio da série - simplesmente mostrando o que a série tem de melhor. Cenas muito bem construídas, ação com relevância, exaltando a importância da máquina, revelando o último caso de Reese na Cia, encaixando-os com os acontecimentos do presente e ainda, colocando seu antigo chefe em seu devido lugar. 

Reese não aprendeu com os erros, não é verdade? E nunca vai aprender mesmo, pois, ele sempre age com o coração. Não tem dó alguma de matar criminosos, mas sabe diferenciá-los. Objetivo principal por ter aceitado esse "trabalho". Tanto no passado, quanto no caso dessa semana, Reese foi traído pelo seu parceiro. Não é a primeira vez que eles tentam salvar a vida de um bandido. Pelo dessa vez, para o bem da sociedade, eles não conseguiram, evitando de criarem um novo Elias - guardadas as devidas proporções. 

Interessante foi como os produtores encaixaram com perfeição o passado de Reese com os corruptos da Cia que estão atrás dele. Essa junção é extremamente importante, pois, evita que a série caia na mesmice de sempre mostrar apenas casos aleatórios, mesmo que eles sejam apenas para entreter. Isso é o diferencial de Person em relação a maioria dos procedurais que vemos atualmente. 

Mais uma vez, Fusco teve papel importante. Reese reconheceu a sua importância e o fanfarrão Fusco, sem modéstia alguma, concordou. Num certo momento, a situação estava tensa e eu imaginando como eles iriam resolver, sem ideia alguma. Quando de repente, aparece o herói Fusco. Isso que é sensacional em Person. Alguns casos, você não tem a mínima noção de como será resolvido. Você sabe que vão resolver, pois, Reese e Finch não irão morrer tão cedo. Ficamos esperando como será a resolução e na imensa maioria das vezes, saímos satisfeitos. 

Vale destacar a parte técnica do episódio. A trilha sonora sempre me atrai, dando ênfase a cena e ilustrando a tensão dos fatos. As cenas de ação foram muito bem executadas. A parte explosiva também foi boa, mas poderiam ter caprichado mais nos efeitos visuais. A parte que o carro forte sai deslizando, fica notório a computação gráfica, mesmo para leigos. 


Faltando três episódios para o fim da temporada, a tendência é que a série focará no plot referente aos corruptos da CIA. O passado de Reese ainda deverá ser mais evidenciado, traçando um paralelo com os acontecimentos do presente. Acredito que ainda deverão explorar o mistério da máquina, talvez deixando-os de cliffhanger para a próxima temporada. Ainda continuo acreditando que ali, tem muito mais do que nos mostraram e Finch, é um poço de mistério. 

PS: LOST, Fringe, Alcatraz,... tal como Person Of Interest, são séries criadas por J.J.Abrams. A semelhança é que elas conseguem nos mostrar passado, presente e futuro de forma coesa, chegando a um ponto onde tudo faz sentido. Esse episódio de Person deixou isso bem claro, mesmo que a série não dê muita margem para viajar, devido a seu gênero. Sempre fui fascinado pelo trabalho de Abrams e considero LOST a melhor serie de todos os tempos. Mesmo assim, houveram episódios horríveis em LOST, e eu, detalhista que sou, não deixo passar batido e mesmo amanado uma série, tenho a obrigação de ao escrever, expor também seus erros e não ser fã/critico cego. É o caso de Person e de todas as séries que escrevo. Doa a quem doer.

Nota: 09/10
Tecnologia do Blogger.