Grey’s Anatomy – 8x20 – The Girl With No Name


“É uma daquelas coisas que as pessoas dizem. Você não pode seguir em frente, até esquecer o passado. Esquecer é a parte fácil. Seguir em frente é que dói. Então, às vezes, nós lutamos.. tentando manter as peças no lugar. As coisas não podem permanecer as mesmas. Em algum momento você tem que esquecer. E seguir em frente. Porque não importa o quão doloroso seja.. É a única forma de crescermos.”

Meu coração dói só de saber que já estamos chegando a mais um fim de temporada, especificamente faltam quatro episódios que como o de costume sempre nos surpreende. Muito bom saber que uma série como Grey’s, vai fechar a temporada sem episódios ruins, isso é uma habilidade e uma arte. 

Gostei de tudo deste episódio (Sério?! Agora conta uma novidade), o caso semanal foi sensacional, contou a história da menina e soube balancear tudo, não ficou querendo mostrar o criminoso, não forçou nada em aproximar a paciente dos pais e a relação dela com Mer foi muito bonita.

Foi interessante ver como cada um estava levando as entrevistas para emprego, Cristina foi a mais badalada, uma deusa (ela mesma já sabe), nem precisou ficar viajando durante o episódio, todos os hospitais ficaram babando em cima dela, e mandando cestas. Todo mundo morrendo de inveja, principalmente Alex que não conseguia nenhuma entrevista decente, apenas em hospitais que são os melhores no ramo de criar seu próprio sorvete, tentador, mas ele acabou não aceitando.

Será mesmo que alguém vai sair? Cristina está muito empenhada em conseguir isso, obviamente pela briga com Hunt, e como ficou claro que durante cinco anos ela se preparou pra isso, se ela se mudasse seria uma evolução para a personagem, mas uma perda para os fãs. O momento dos exames é decisivo, chegou em bom momento para Titia Shonda, assim ela pode definir quem vai e quem fica, em relação aos contratos dos atores.

Bailey foi um caso a parte durante o episódio, ela ficou calada, com um olhar de preocupação, em certo momento tudo explodiu. Foi muita tensão, vê-la desesperada atrás do filho, me apertou o coração, porque eu mesmo já passei por essa situação (achar que perdeu uma criança é apavorante). Webber também foi outro, sofrendo calado com os problemas relacionados à sua digníssima esposa que está chegando a um estágio da doença onde ela não tem mais momentos de lucidez, assim como aconteceu com a mãe de Mer. Quando acontecer o pior, acho que Webber vai estar preparado.

Hunt passou por muita pressão e isto relacionado com uma crise no casamento o levou a ter um caso depois do expediente. Neste episódio ele também ficou sob muita pressão, tanto dentro do hospital quanto fora, mas quando tudo acabou o maior prêmio foi ver Yang aplaudindo, acho que ele viu neste gesto uma chance pro seu casamento. Ela também viu que ele estava apertado e deu uma trégua, os dois precisam deste tempo pra saber o que é melhor pro casamento.

Mer está em dúvida, não sabe se fica ou vai para a entrevista, ela não quer se mudar, ela quer ficar, construir sua família e sua carreira no mesmo hospital onde tudo começou. Durante o episódio, mais precisamente no final, onde todos estão sentados no bar do aeroporto, fiquei pensando como seria se Izzie e George estivessem ali, como seria tudo. Mas foi só uma nostalgia passageira, e me recuperei no mesmo segundo.

A partir do próximo episódio acho que iremos ter uma idéia de quem tem ou não chance de passar nos testes. Foi muito bom ver Cristina no poder, se achando, é isso que ela merece, tapetes vermelhos e tudo que tiver direito. Kepner é uma chata, ainda espero o dia em que sua versão malvada volte. Apesar de achar que sou o único, espero que mostrem o que aconteceu com Morgan e seu bebê, será mesmo que ela decidiu por encerrar com os procedimentos? Eu fiquei curioso porque gostei das participações e suas interações com Karev.

OBS: Sempre tenho uma preocupação por Lexie, será que ela vai deixar essa vida eterna de interna e virar residente? Coitada precisa de uma sacudida em sua vida.

Cristina Yang: “Sou muito melhor que o chefe do programa”


Tecnologia do Blogger.