Fringe "Worlds Apart" 4x20


"O universo é a mudança. A vida é o que o pensamento faz dessa mudança." Marco Aurélio/Walternativo

Depois de um bombástico "Letters Of Transit" onde a série praticamente mudou a nossa visão, tocando o terror e mostrando-nos o terrível futuro que poderá vir, Fringe retorna aonde tinha parado. A busca incessante de proteger os universos de David Jones. Em uma tensa sequência de acontecimentos, terminamos o episódio, não temendo pelo futuro, mas pelo presente que os assola. Subestimaram o terrorista com vontade de ser Deus e agora, foram obrigados a separarem a ligação dos universos para detê-lo temporariamente. Contudo, não dá pra chorar ainda. Nada ainda está definido. 

Diferente da temporada passada, onde os Universos estavam em guerra, a 4ª temporada foi plataforma de intensa harmonia. Motivo? Mais uma vez, Peter Bishop. Na atual conjuntura, ambos "Walters" perderam seus "Peters" na infância, sendo assim, eliminaram os motivos da ira de Walternativo vista na temporada passada. Os Observadores deixaram bem claro. Teriam que se unir para curar as feridas em ambos os universos. Estavam conseguindo, mas naquele momento, eles não contavam com David Jones, a pessoa que separaria os universos. 

Mais uma vez a divisão Fringe esteve um passo atrás de Jones. Em mais uma jogada perspicaz, ele fez tremer os universos e dessa vez, com a ajuda das cobaias de cortexiphan. Seus verdadeiros objetivos foram claramente debatidos. Jones quer criar outro universo e destruir os atuais. A "arca de noé" mostrada em episódios anteriores agora faz todo sentido. Pretende começar do zero, porém, falta saber o porquê da sua ira. Não acredito que seria apenas devido seu passado na Massive Dynamic. 


A divisão Fringe tentou, mas não conseguiu detê-lo. "Se correr o bicho pega e se ficar o bicho come". Mas ainda acredito - apesar de terem dito o contrário - que possam reverter essa situação. Sabemos que tudo é possível na série e eu sempre torço por um final feliz. Continuaremos acompanhando o Universo B, porém, sem interação com costumamos acompanhar. Não é o fim do lado de lá. Ainda não. 

A máquina foi desligada e Peter não sumiu. Todas as teorias de reversão ao mundo que conhecíamos, foram por água abaixo. A forma de parar David Jones tem menos um item para se contar.

Chegamos a reta final. Semana que vem inicia-se o season finale com a primeira parte de "Brave New World". Felizmente, como todos já devem saber, a série foi renovada para a 5ª temporada, porém, será a última. O lado bom é que não correremos o risco de ter uma série foda como essa, ser terminada sem um final digno, mas por outro lado, bate a frustração de não podermos acompanhar nos mínimos detalhes o desenrolar dessa história. O que mas prende-me na série é o fato de sempre conhecer coisas novas ao re-assisti-la e/ou através de pesquisas na internet. Espero que consigam dar um desfecho que a série merece com esses míseros 15 episódios restantes. 

Nota: 10/10
Tecnologia do Blogger.