Fringe "Nothing as It Seems" 4x16




David Robert Jones. Esse é o principal efeito colateral da "não existência" de Peter.

Agora que está definido e dito com todas as letras que estamos no mesmo de sempre Universo A, basta agora entendermos como a Divisão Fringe irá agir para deter David Robert Jones - aquele que foi morto por Peter, mas "voltou" devido a sua retirada momentânea da time line. Jones está tendo seus planos jogados na série de forma lenta, mas a frase de Walter - "Jones está brincando de ser Deus" - já demonstra o que veremos pela frente.

Não haverá guerra entre os Universos, será os Universos x David Jones. Um cientista perspicaz, usando de seu conhecimento para criar criaturas bizarras, além de convencer pessoas que isso é o caminho a ser seguido, mesmo a base de porco espinho voador.

Um fato a se destacar, são as mudanças que vemos em relação ao Universo A que sempre conhecemos. Como sempre disse, as pessoas estão voltando a ser como era antes, mas estou achando que está acontecendo lento demais. Será que isso vai acontecer de uma hora para outra como um passe de mágica? Espero que não.

Interessante é notar que a "volta" de Peter ocorreu no passado e Peter já está por dentro de tudo na atual realidade. Porquê? Isso é coisa daquela "máquina apocalíptica", cujo jogou no ventilador fatos indecifráveis. Esse é um deles.


Estamos revivendo inúmeros casos vistos na 1ª temporada, tida até então como aleatória, porém, todos devem estar loucos para revê-la para pegar algo que deixamos passar naquele momento e que agora faz todo sentido. Revivemos o 13º episódio da 1ª temporada, (“The Transformation”) mas vimos que o desfecho não foi o mesmo. Porquê? David Robert Jones. Porquê? Porquê Peter deixou de existir, modificando a história e "criando" um monstro a ser batido.

O caso foi apenas um dos montes que virão a seguir, basta vermos a imensidão de criaturas alojadas naquele navio mostrado no final do episódio. Mas claro que não veremos caso a caso, devido a reta final da temporada.

Olívia sendo afastada, sendo teimosa e sendo reintegrada. Já vimos isso outras vezes não é verdade? Mas uma coisa que Broyles disse foi pertinente. "Se você for 60% da Olivia que conheci, ainda é melhor que 90% dos agentes com quem trabalhei." Vimos que Olívia ainda não está 100% voltada ao que era antes, tal como todas as pessoas ou coisas que estão sendo mudadas. Essa mudança está acorrendo bem devagar, mas não tenho dúvidas de que isso irá acontecer mais cedo ou mais tarde.

Posso voltar na teoria de que também essa Nina é uma shapeshifter agindo a mando de Jones? Pois é. Viram como ela estava bem estranha e desconfiada do avanço da divisão Fringe? Ainda estou com essa teoria e não abro mão, até que provem o contrário.

Fringe continua excelente, exibindo sempre ótimos episódios, amarrando a trama não só da temporada como da série. Exibiu um episódio onde precisaram dedicá-lo ao amor e voltaram na sequência afundo na mitologia da série. A reta final promete ser sensacional, alguém duvida?


PS: Os Easter Eggs do episódio serão publicados em um post separado, ainda essa semana antes do próximo episódio.
Tecnologia do Blogger.