Fringe "Letters Of Transit" 4x19


"Eles vieram do futuro. No início, eles só assistiam. Vinham em momentos-chave da história humana. Nós chamamos de "Observadores". Mas em 2015, eles pararam de assistir e assumiram o controle. As revoltas civis foram sangrentas e fúteis. Os que ficaram, foram conhecidos como "nativos". Em uma tentativa de mostrarem sua fidelidade, algumas facções nativas tornara-se "fidelistas" e foram "marcadas" pelos observadores. A equipe Fringe original lutou contra a invasão, mas foi facilmente derrotada. A divisão Fringe foi autorizada a continuar, com capacidade reduzida só para policiar os nativos. A resistência foi facilmente superada, ou assim eles pensaram."
Pronto. A partir daí, minha cabeça explodiu. Mesmo esperando (imagino quem não esperava) um episódio que seria vivido em 2036, fui a loucura do início ao fim. O episódio pode ser tratado como aleatório e de simples entendimento, mas atentou-se a um fato de que a série poderia alcançar tranquilamente 7 ou 8 temporadas. Há margem para isso e eu não acreditava até então. Pena que sabemos que se a série chegar a 5ª temporada, vai ser muito.

"Letters Of Transit" foi daqueles episódios que você tem que parar a todo instante, respirar e analisar. Pausar, voltar, re-assistir,... toda palavra, toda frase, qualquer coisa tem imensa importância. Muito que vimos ainda não tem explicação, mas temos certeza de que ela virá mais pra frente. Aprendi uma coisa em Fringe. TUDO faz sentido.

Vimos um mundo dominado pelos Observadores. Confirmamos que eles são infinitamente superiores aos humanos e que num estalar de dedos, podem causar uma destruição em massa. Como bem dito no início, eles só observavam, mas não foi em 2015 que começaram a agir. Acompanhamos a saga de September e suas ações para "consertar" inúmeros acontecimentos, principalmente, em volta da divisão Fringe. Sabemos que as ações de September não são condizentes com o restante dos observadores e acredito que essa "guerra" culminou nos acontecimentos a partir de 2015.

A humanidade não era párea pelos Observadores, exceto, por um humano. Walter Bishop. Um ser humano que descobriu como destruir os Observadores. Uma divisão Fringe que se preste, não poderia ser apenas submissa aos Observadores e claro que atentaram-se a esse fato e nunca desistiram da antiga divisão Fringe, e isso, deve-se muito a Etta, que no final, descobrimos ser filha de Peter e claro, Olívia (alguém duvida?). Logo quando vi (eu e Walter) Etta, já sabia que era filha de Olívia e Peter. Aquele olhar, aquele sorriso, aquela aparência, aquela idade,... quando descobri que era "especial", já não tinha mais dúvida.


A divisão Fringe do lado A esteve presa no Âmbar. Walter, Peter, Astrid e Olívia (?). Broyles ("muxibento") foi o único remanescente, mas manipulado de perto por Windmark - aquele que parece ser o "Observerbad" do pedaço. "Eu gosto de animais". Os humanos seriam animais para eles. Broyles reuniu uma equipe e foi ver quem invadiu a antiga Massive Dynamic. Sob qual propósito? Talvez com a esperança de reencontrar seus antigos parceiros, mas porque então teve que contactar antes Windmark? Autorização? Pode ser, mas acredito na primeira opção. Acredito sempre na integridade de Broyles.

E o que virá pela frente? Os assuntos refente ao futuro não foram resolvidos, mas acho que não veremos isso integralmente. O episódio serviu para mostrarmos como tudo isso irá acabar. Parece que independente das ações da divisão Fringe do presente, nada impedirá os Observadores de dominar o mundo a partir de 2015. É o que demostraram, mas acredito e torço para que a reta final da temporada, mostre o contrário.


e mais: 

  • Onde está o universo B? Foi dizimado? Acredito que sim. Onde está Jones? Foi junto. Teoricamente, vimos o universo A, independente da tecnologia - praxe do universo B - apresentada, estamos em 2036 dominado por Observadores. 
  • Não existe mais a Massive Dynamic (ativa), mas existe Nina, uma espécie de consultora da divisão Fringe. 
  • Quem achava que o Walternativo era o vilão da série,... 
  • Quem achava que Jones seria o vilão da série... 
  • Adorei a participação do Brotha, digo, Henry Ian Cusick. Ele está em ótima forma e parece que foi feito também para a série. Espero vê-lo mais. 
  • O mundo não vai acabar em 2012, vai acabar em 2609
  • Se cada mês, refere-se a um Obsevador, quantos meses tem um ano dos Observadores? Putz, acho que vi 980 Obsevadores, ou mais rs.
PS: Deixei em aberto a polêmica de Olívia estar ou não morta em 2036.  Pensando melhor - motivado pelo comentário do Felipe abaixo - passa em minha cabeça algumas questões: Vimos no 3x22 (2026) que Walternativo meteu uma bala na cabeça de Olívia, bala essa que deduzimos ser a que Etta leva como pingente em seu colar. Walter leva mágoa de Bell e não faz questão alguma de salvá-lo, levando apenas a sua mão. Será que Bell esteve por trás da morte de Olívia em 2026? Vimos que a divisão Fringe foi presa no âmbar pouco depois da invasão de 2015, então, Olívia estava viva naquela época, sendo assim, estaria sim presa ao âmbar junto com seus companheiros.

É muita loucura essa série, não é? Deixem aí as suas teorias.

Nota: 10/10
Tecnologia do Blogger.