Smash ''Let's Be Bad'' 1x05


OMG! Que episódio fantástico!

Mais do que natural, em se tratando de Smash, não é verdade? 5 episódios, 5 ótimos episódios. Um melhor do que o outro e isso, tem uma explicação simples: Desenvolvimento de personagens.

Claro que tudo isso só faria efeito se os personagens fossem carismáticos, cativantes e significantes. E são. Ao adentrar pela temporada, Smash vem acrescentando ainda bons personagens, juntando aos excelentes que já estão. O foco principal é a produção da peça, porém, as sub-tramas são interessantíssimas.

♫ Happy birthday to you, happy birthday to you, happy birthday,
Mr. President, happy birthday to you ♫

Já quase tive um infarto da primeira vez que Karen cantou essa música. Acho que dessa vez eu morri e não vi. Putz, humilhação total a Ivy. Derek, o produtor vilão do pedaço, parece já estar insatisfeito com o trabalho de Ivy, transparecendo estar arrependido da escolha. Mesmo sem fazer nada, Karen a pressiona, contudo, parece que por enquanto, a loira (natural) está suportando. Apresentação fantástica.


E Karen, vestida para matar, a base de muito ciuminho, coloca seus talentos em uma festa do governo. Aquele seu marido é um mala, não acham? Sei lá, parece que ela vai ter problemas em seu relacionamento.

Por falar em problemas em relacionamentos, Julia não conseguiu resistir ao charme de seu ex. Putz, que cliffhanger! Seu filho - destrambelhado, vai ficar confuso ainda mais. Ambos com famílias e ambas problemáticas.

Confuso foi como ficou Tom e seu enfim, namorado após o sexo. Bem sinceros. Isso faz muito bem a relação, cujo acredito ser bem divertida. Tom já aponta com um dos personagens mais cativantes da série. Com suas caras e bocas, já arranca várias rizadas dessa pessoa que vos escreve.

A sensualidade e o tom sexual que a série transmite chega a ser absurdo de tão bom. Sem apelar para a nudez gratuita e vulgaridade.

Smash continua linda, fantástica, apaixonante e adjetivos relativos (rs).
Tecnologia do Blogger.