Pular para o conteúdo principal

Especial séries britânicas – Parte 1






Muitas vezes associamos séries de TV somente aos EUA, mas não pela sua qualidade insuperável, porque não é bem assim, mas sim pela sua repercussão dentro da mídia. O que alguns não sabem é que fora dos EUA existe um outro pais que costuma fazer ótimas séries, mas que infelizmente são pouco conhecidas pelo publico fora do pais. Séries inglesas, ou britânicas como conhecemos, costumam ter uma ótima qualidade de roteiro, pois normalmente são curtas (no maximo 13/15 episódios) e com isso os roteiros são mais ágeis e sem a enrolação que estamos acostumados nas séries americanas.
Nesse post falarei de algumas séries britânicas que devem ser vistas porque qualquer viciado em série que se preze.
Na primeira parte abordarei séries que não são tão conhecidas do público em geral e em um segundo post, ainda essa semana, falarei das mais conhecidas.
Começando com uma relativamente conhecida, mas não pela maioria, vou apresentar-lhes Merlin.

Merlin


Sim, é isso mesmo, uma série sobre o famoso feiticeiro de Camelot, Merlin.
Na série Merlin é um adolescente que descobre ser diferente dos demais, ele tem o dom da magia, e é enviado a Camelot aos cuidados do médico da corte, que o trata como pupilo. Em Camelot, Merlin conhece o jovem Arthur antes de se tornar Rei, a bela Morgana e o Rei Uther Pendragon (pai de Arthur), que criou uma lei que condena a morte todos os envolvidos com magia, e por isso, o jovem mago precisa treinar e usá-la escondido de todos.
Todos os personagens do circo arturiano estão presentes na série, como Guinevere (nessa série ela é empregada de Morgana), Lancelot, Gwaine e Mordred entre muitos outros personagens dos contos.
A série é exibida pela BBC na Inglaterra e no Brasil é exibida pela HBO Family com o nome de As aventuras de Merlin.
Com quatro temporadas, de 13 episódios cada, exibidas até o momento e uma quinta temporada já encomendada para o fim de 2012 a série é uma boa opção para quem curte as historias de Arthur e Merlin.

Luther


Outro sucesso na Inglaterra, mas que não é tão conhecido aqui, é Luther. Um Drama Policial de ótima qualidade que trata de um policial (duh!) que após ser suspenso depois de não fazer nada para evitar a queda de um criminoso de uma altura suficiente para deixá-lo em coma. Após alguns meses de tratamento, Luther tenta manter o equilíbrio mental para manter o emprego e seu casamento, mas logo percebe que isso é uma missão muito mais difícil do que prender bandidos.
Luther tem tantos problemas psicológicos que chega a agir de forma suicida em cada um de seus casos, chegando a fazer roleta russa com um suspeito. A ótima atuação de Idris Elba ajuda a passar a tensão necessária ao personagem, graças a isso e o ótimo roteiro, Luther já teve duas temporadas (com 6 e 4 episódios, respectivamente) e uma terceira já confirmada.

Agora falarei de duas séries que não são tão famosas, tanto na Inglaterra como aqui, elas são The Fades e Sirens.

The Fades


Vamos começar com The Fades, uma série de suspense sobrenatural que posso dizer que é meio bizarra até, porém, não deixa de ter um roteiro excepcional e intrigante, mas confuso para quem não está acostumado com produções britânicas.
The Fades conta a historia de um garoto chamado Paul que começa a ter sonhos sobre o apocalipse e a ver espíritos que ficaram presos na terra. Esses espíritos são chamados de ‘Fades’ e são inofensivos, pois não podem ser vistos por pessoas normais e nem tocados, porém, quando um desses espíritos, Polus, consegue sair desse estado e voltar a ‘vida’, Paul terá que lutar contra a vontade de Polus de destruir a raça humana com a ajuda de seus outros espíritos libertos.
Paul conhece outros guerreiros, que assim como ele, conseguem ver os Fades e que irão ajudá-lo a lutar contra isso.
Além disso, Paul tem um amigo chamado Mac que é um completo nerd e que trás alivio cômico à série com referencias a filmes atuais e antigos.
A série foi ao ar em 2011 pela BBC com seis episódios, ainda não tem uma segunda temporada confirmada. Mesmo que a série se encerre na primeira temporada, a série não deixou um final aberto.

Sirens


A ultima série dessa primeira parte é Sirens, mesmo que já tenha sido cancelada, vale a pena recomenda-la pelo ótimo roteiro apresentado e pelas ótimas atuações de Richard Madden (Robb de Game Of Thrones), Rhys Thomas e Kayvan Novak.
Sirens acompanha a rotina dos três paramédicos e seus dramas individuais. A série consegue abordar temas polêmicos como o homossexualismo e o racismo de uma forma simples, porém, coesa e profunda.
Com doses certas de humor e drama, Sirens não deixa a desejar e ao longo dos seus seis episódios diverte e emociona a quem vê.
Infelizmente, devido a sua baixa audiência, a série foi cancelada, mas mesmo assim, vale a pena ser vista por todos que gostam de um bom drama com doses de comédia e que são fãs de Richard Madden que na série interpreta o homossexual do grupo impecavelmente.
Felizmente ou infelizmente a série interessou produtores americanos e pode ser que apareça um remake americano em breve.

Acha que ficou faltando alguma série não tão famosa no texto? Comente sobre!
Próximo post teremos séries mais famosas aqui, aguardem! Até a próxima!

Comentários

  1. Descobri que não sou um viciado em série que se preze rs. Assisto muito poucas séries britânicas. Mas vou corrigir, prometo. A primeira parte do especial deixou-me empolgado pra isso. Parabéns pela iniciativa. 

    ResponderExcluir
  2. Se você ver, será kkkk
    Normal, eu também não era muito de ver séries britânicas, mas depois que você vê a primeira, não da pra parar kkk
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  3. Comecei há pouco tempo com Sherlock e acho que vou enveredar por esse caminho também.... escuto muito falar de Dr. Who e você fez com que eu me interessasse por Luther, Felipe. É ótimo também que as séries tenham poucos episódios, assim a gente consegue alcançá-las rápido! :-)

    ResponderExcluir
  4. Rodrigo, Doctor Who também é muito bom. Mas ele já é mais conhecido e falarei dele no próximo post :)
    Que bom que consegui despertar seu interesse :)
    Exato, para um viciado em série, poucos episódios é uma benção! kkkkObrigado pelo comentário!

    ResponderExcluir
  5. Já tinha visto algo sobre Merlin e me encantei pois gosto do tema, já baixei as temporadas, agora só tá faltando tempo para assistir. :)

    ResponderExcluir
  6. O tempo sempre nos atrapalha kkk
    Obrigado pelo comentário!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …