Pular para o conteúdo principal

J.J. Abrams - Passado, Presente e Futuro


Jeffrey Jacob Abrams, ou simplesmente, J.J. Abrams.

Você pode até não conhecê-lo, mas com toda certeza você já deve ter visto esse nome relacionado a alguma série do passado, presente ou do futuro da TV e do cinema. Diretor, escritor, produtor,... dentre outras funções, J.J. é atualmente figurinha fácil na TV e no cinema. J.J. Abrams é a persona estreante da nova coluna do Viciado em Série - Passado, Presente e Futuro - dedicado às principais personalidades do mundo das séries. Tanto na TV quanto no cinema, a carreira de J.J. Abrams é vasta, porém, destacaremos os principais trabalhos da personalidade, em sua carreira televisiva.


Passado:

Quando tocamos no passado de Abrams, quatro letras vem imediatamente em nossas cabeças. LOST. A série que revolucionou a maneira de assistir TV, foi criada e produzida em parte por ele. Como tradicionalmente acontece, Abrams costuma criar uma série, produzir alguns episódios e em seguida colocar produtores responsáveis por manter a série no nível que mantinha, seguindo a história criada por ele. Em Alias, Abrams, além de criador, produziu praticamente toda a série, exceto as temporadas finais, quando dedicou-se inteiramente à primeira temporada de LOST. Felicity foi sua primeira criação a ir ao ar na TV. O drama chegou a 4ª temporada, de 1998 a 2002, e cada temporada correspondia aos anos de estudos nas universidades americanas. A série conseguiu números satisfatórios de audiência, mas sem créditos expressivos da crítica. Mas nem tudo foi um mar de rosas. Seu trabalho inexpressivo foi em Undercovers. A série baseada em espionagem, vinha com uma premissa até interessante, porém foi mal executada, com plots desinteressantes, uma trama procedural que não levava a lugar nenhum. Com um elenco fraco, Undercovers foi cancelada merecidamente após 9 episódios exibidos pela NBC.


Presente:

Fringe, Person Of Interest e Alcatraz: essas são as três séries de sua autoria no ar. Fringe está consolidada. Apesar de estar lutando episódio a episódio por bons números, dificilmente a série será cancelada nessa temporada, pois, a série está prestes a conseguir o "Syndication" - dando a série a possibilidade de ser vendida a outros canais após 100 episódios produzidos - sendo assim, não seriam loucos de perder essa oportunidade. O próprio diretor da FOX disse que não está em tempo de perder dinheiro, olhando pelo lado positivo, existe o "Syndication". J.J. Abrams, em recente entrevista, afirmou que poderia produzir um episódio de Fringe caso a série fosse renovada. Quando ao enredo, continua muito bem, entretendo e segurando o telespectador com uma qualidade incrível. Person of Interest vive momento inverso, em se tratando de audiência. A série, exibida pela CBS, está conseguindo excepcionais números. O drama/policial com base procedural estreou no último Fall Season e praticamente estabilizou-se batendo recordes pós recordes. Sua renovação é praticamente certa. Seu enredo também cresceu de forma espantosa, fazendo com que seu público mantivesse o interesse a cada episódio. Agora em relação a Alcatraz, a história se complica. Vinda de muita expectativa, a série não está conseguindo segurar seu público e está descendo ladeira abaixo. Temo que caia ainda mais, pois, seu enredo, apesar de interessante, está sendo conduzido de forma morosa e arrastada, com um roteiro cheio de furos e com personagens insignificantes. É uma pena.


Futuro:

Dois novos projetos de sua autoria já foram confirmados. Um foi encomendado pela NBC. Em parceria com Eric Kripke (Supernatural), Abrams desenvolveu Revolution: um drama épico de suspense baseado em um grupo de personagens que lutam para sobreviver em um mundo onde todas as formas de energia misteriosamente pararam de existir. A emissora aprovou o piloto.

A outra empreitada foi encomendada pelo CW. Dessa vez a parceria é com Mark Schwahn (One Tree Hill). Não se sabe muita coisa a respeito. O projeto, intitulado Shelter, deve ser ambientado numa pousada e irá girar em torno da vida dos funcionários do lugar e de seus hóspedes.

Apesar de muitos não gostarem de seu trabalho, seu valor e sua importância é indiscutível, pelo passado, presente e futuro desenhado por esse, que considero um gênio da TV.

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…