Pular para o conteúdo principal

Fringe: ''A Better Human Being'' 4x13




''Quando olho eu seus olhos, sei que é você'' - Peter

Esta aí o que todos queriam. Peter e Olívia juntos novamente, apesar de ter sido por muito pouco tempo.

Estamos indo para o 14º episódio da 4ª temporada de Fringe. Passou rápido não foi? Mais da metade da temporada já se foi. Chegou a hora de colhermos os frutos, ou melhor, chegou a hora de acompanharmos a resolução dos mistérios impostos na série e confirmarmos ou não, as nossas teorias, e cada episódios de Fringe, sinto-as encaixando como luvas.

É o caso de Nina Sharp. Nina nunca foi uma vilã em Fringe, apesar de parecer. Suas novas atitudes não condiziam com o que acompanhamos dela. Continuo com a teoria de que estamos em apenas dois universos modificados pela ausência de Peter, e que as linhas temporais estão voltando ao normal devido a permanência permitida de Peter pelo observador September.

Sendo assim, Nina não mudaria sistematicamente sua personalidade devido a ausência de Peter na atual time line. A atual Nina que vemos é um transmorfo ala Broyles alternativo (plaquinha eu já sabia levantada). Os últimos segundos desse episódio confirmaram isso. Não acho que Nina é a cabeça de toda essa confusão. Tem alguém por trás disso e não é David Jones. Quem será? Alguém - através de Nina - está comandando as doses de cortexiphan involuntária em Olívia. Alguém substituiu a verdadeira Nina por um transmorfo. Alguém sequestrou Olívia após fazer xixi (rs). Alguém, alguém, alguém. Willian Bell estaria de volta de alguma forma? Teorizemos.


Olívia voltou. Foi a primeira, mas acredito que todos envolvidos na vida de Peter, uma hora ou outra, terão sua mentalidade voltada ao que consideramos normal. Acredito que vai chegar uma hora que Peter será a única pessoa em seu meio que terá todos esses acontecimentos ''universais'' operando em sua mente.

Peter viveu um dilema. ''Gato escaldado tem medo de água fria''. Peter foi cuidadoso e só se entregou aos braços de Olívia depois de ter certeza de que aquela era a sua Olívia. Os olhos não mentem. Emocionante. Walter é que não vai gostar de toda essa história, mas acredito que ele será o próximo a ter sua mentalidade voltada - vide aos lapsos de memória mostrados nesse e no episódio passado.

A equipe Fringe investigou um doente mental, ligado a uma série de assassinatos. Suspeitei a princípio de conexões com o caso de Olivia, porém, tudo não passava de experimentos manipulados pelo ciêntista louco da vez, brincando de ser Deus. O caso foi intrigante, bem escrito e montado - servindo de boa plataforma para os principais assuntos do episódio.


Estou vibrando com os últimos episódios de Fringe. A medida que as teorias vão encaixando, a série se torna ainda mais amável. As referências da 1ª temporada estão cada vez mais presente, tornando-nos saudosos e instigando-nos a devorar os episódios passados novamente. Se existe uma série que vale a pena você revê-la novamente é Fringe.

Os Glyphs code da semana formaram a palavra ''Henry''. Nome do taxista que vimos na temporada passada. Também é o nome do bebê da Falsolívia do universo alternativo. Fica a incógnita.


Foi bem difícil achar o Observador nesse episódio. Ele quase passou desapercebido por trás da vidraça do armazém onde Olívia entrou. Detalhe que parece não ser September. O mistério de sua morte continua.

Comentários

  1. Ep Sensacional estou muito feliz pelo rumo da série... mas muito triste pq me parece um final

    ResponderExcluir
  2. Marco Antônio Freitas21 de fevereiro de 2012 13:27

    Episódio ótimo (não tanto quanto o anterior como boatos apontavam), apesar de não ter gostado tanto do caso da semana foi ótimo ver Olivia e Peter juntos novamente e concordo com você quando diz que Walter vai ser o próximo a se "lembrar" daquilo que já viveu.
    Entretanto, tenho que discordar de você em relação a Nina, creio que ela já está morta, tudo indica que ao se copiada por um 
    Shapeshifter a vitima morre no processo. Ambas as Ninas são falsas e como os parceiros de David Jones são leais até o fim é provável que encenem a tortura para "incentivar" Olivia a usar suas habilidades, tudo é teoria claro, mas enfim...
    Estou curioso para saber mais sobre o ZFT e os planos de Jones (que dizer, supondo que isso não tenha mudado muito desde a 1ª temporada) e essa temporada está cada vez mais empolgante!! 
    Parabens pela review (boas como sempre) \o/

    ObserversAreHere 

    ResponderExcluir
  3. Fodah esse epi rsrsrs
    O que eu tanto esperava aconteceu, Olivia voltando a "realidade" rsrs
    Sério a cada epi eu penso é que Fringe está é longe de acabar =D
    Se Walter for o próximo a lembrar vai ser muito louco e com muitas risadas tenho certeza ahuahuahua

    ResponderExcluir
  4. Realmente Marco. Esse adendo referente a Nina faz muito sentido. Dois transmorfos?! Não tinha pensado nisso e acho que vai ser por aí mesmo. Abraço ;)

    ResponderExcluir
  5. Acho que o que vai marcar Fringe é justamente o fato de ter respostas, coisas que Lost deixou a desejar. Tudo está caminhando para um final épico. As teorias sobre os 3 universos confundiu todo mundo e agora está tudo ficando mais claro. Fringe é Fringe, prefiro que a série termine no
    ápice do que ficar "enrolando" como foi em Lost.

    ResponderExcluir
  6. Marco Antônio Freitas21 de fevereiro de 2012 14:47

    Não creio que Lost deixou dúvidas no ar, as pessoas que faziam perguntas demais...

    ResponderExcluir
  7. Concordo com o Marco. Temo que Fringe possa passar pelo mesmo que LOST passou. A história criou inúmeras teorias e quando veio a resposta, muitos decepcionaram, pois, esperavam algo ainda mais mirabolante. Foi o caso dos sussurros que nada mais era, barulhos emitidos por ''espíritos'' de mortos na ilha. Não me decepcionei com as respostas de LOST, pois sempre assisti pelo que estava vendo e não pelo que imaginava que poderia ser. É o caso de Fringe. Infinitas teorias estão sendo lançadas pelos fãs e as respostas estão bem simples. 

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …