Especial Oscar 2012: ''Histórias Cruzadas''


O que ''Histórias Cruzadas'' tem de lindo, tem de cansativo.

Não pode-se dizer que o filme é ruim, pelo contrário, é muito bom, mas precisa ter muita paciência para acompanhar durante quase duas horas e meia o drama lento e até certo ponto monótomo de ''Histórias Cruzadas''. O longa abrange um tema polêmico e verídico ocorrido no passado, porém, visto e escondido até hoje.

O destaque do filme é o elenco. As interpretações são realmente excelentes, logo então merecidas indicações de Viola Davis - melhor atriz - e de Jessica Chastain e Octavia Spencer na categoria de Melhor atriz coadjuvante. O elenco de suporte também é muito bom, dando ênfase as indicadas.

O enredo trata-se especificamente do racismo, focando no drama vivido pelas empregadas domésticas. Passa-se em Jackson - uma pequena cidade no sul dos Estados Unidos - em uma época de racismo intenso, tratado na maior naturalidade. Vemos muito isso nos dias de hoje, mas sabemos que acontece e muitas vezes não aparece para o público.


Skeeter (Stone), é uma garota (branca) que conseguiu um emprego e com ele, tenta fazer justiça com as próprias mãos, tanto ajudando a vida das pessoas injustiçadas, quanto a de si mesma. Ela começa a entrevistar as mulheres negras da cidade, com a intenção de escrever um livro (The Help) que retrate as crueldades sofridas por elas.

Essa guerra não foi vencida, na verdade ainda está ativa, mas Skeeter conseguiu com a ajuda das empregadas domésticas, iniciar uma luta contra esse crime, onde qualquer resultado já seria louvado. Houve resultado. Conseguiram pelo menos envergonhar - não publicamente - mas dentro de pessoas crápulas, preconceituosas e criminosas que habitaram naquela cidade.

''Histórias Cruzadas'' está em cartaz desde o dia 03/02. Com direção de roteiro de Tate Taylor, o longa foi indicado em 4 categorias ao Oscar. Além de melhor filme, indicações das atrizes mencionadas a cima.

Confira o trailer de ''Histórias Cruzadas'', já com as legendas:

Tecnologia do Blogger.