Awake: Primeiras Impressões



Awake pode até ser boa, mas não pra mim.

Vejo elogios, mas não consigo assimilá-los. Awake tem pontos positivos, é verdade, porém, considero os pontos negativos imensamente superiores, ao ponto de fazer-me desistir de acompanhá-la.

A proposta é interessante, mas durante o piloto, torna-se sem graça. A trama começa muito bem e coloca-nos ligados nos acontecimentos imediatamente, contudo o que vem a seguir é extremamente monótono, arrastado e cansativo. Já entendemos a história, mas e agora? Pra onde seguirá? Temo que seguirá para um estrutura procedural, (casos semanais a base do trabalho na polícia) basicamente como o americano gosta, mas acho que a trama principal será capaz de sustentar a série. (Ainda mais na NBC)

O detetive Mark Britten sofre um acidente, acordar e descobre que está vivendo em duas realidades diferentes ao mesmo tempo. Ok. Ótimo. Devido a isso, cria-se inúmeras teorias - que é bom - mas não anima-me a ficar bolando-as. A mais lógica é que ele próprio esteja morto. Se conseguirem mostrar algo diferente e com impacto, pode ser que a série vingue, porém tudo isso sem enrolar muito, coisa que duvido muito que aconteça.


O que mais irritou-me foi as tais pulseiras. Tudo bem para o personagem. Ajuda-lhe a se manter antenado com a situação, mas daí desesperar-se ao ponto de cortar sua própria mão? Não teria outra forma de saber não? Sua própria esposa já tinha tudo, fato que já serviria para diferenciar as coisas. Muito forçado. Na vida real já teriam-o internado.

Apesar dos pesares, é bom esperar mais um ou dois para termos certeza do caminho que a série seguirá. Não estou animado para isso, mas curioso. O piloto foi disponibilizado no site da NBC, mas a série começa a ser exibida a partir de primeiro de Março.

9 comentários:

  1. Felipe Felix da Silva28 de fevereiro de 2012 11:36

    Ao meu ver o lance do desespero pela falta da pulseira é justificável, pois imagine você na pele dele. Não sabendo onde está, se está sonhando ou acordado e tudo que estava vendo até aquele momento era um sonho. Imagine você estar acostumado a acordar com sua esposa que teoricamente morreu e em outra oportunidade acordar em uma realidade com seu filho que teoricamente já morreu também, ai você usa as pulseiras para saber em qual realidade está, pois você não é como os espectadores que tem a opção de cenário (Eu pelo menos sabia em que realidade estávamos pelo cenário e luz), mas derrepente elas somem, como você vai saber aonde está? Na minha visão, isso justifica completamente o desespero dele.
    Pois no momento que a pulseira sumiu eu criei a teoria de que ele acordou em outra realidade na qual os dois, esposa e filho, haviam morrido.Claro que se alguém da policia descobrisse isso ele já estaria afastado e internado, porém, ninguém sabe desse ataque, nem os psiquiatras, logo, não tem como ele estar internado.

    ResponderExcluir
  2. é difícil imaginar umas coisas dessas né Felipe rs. Mas após o detetive acordar dava pra notar diferenças em muitas coisas, não só ao nosso olhar, mas principalmente no dele. Achei o desespero muito forçado. Ele não foi capaz nem de procurar antes na sua própria cama! Mas a faca ele achou rapidinho. Por um simples sumiço de pulseira, ele desesperou a esse ponto, como poderá lidar com as diferenças que ocorrera/ocorrerá daqui pra frente? Sei lá. Vamos aguardar .

    ResponderExcluir
  3. Felipe Felix da Silva28 de fevereiro de 2012 12:02

    Ele acabou de sair de um trauma e está passando por uma coisa muito tensa, eu já teria pirado antes dele.
    Eu até estava achando estranho, porque ao longo do episódio ele parecia estar lidando com tudo aquilo tão calmamente que ali sim eu estava achando forçado. Acho que acordar sem a pulseira talvez tenha sido o limite e ele tenha explodido. Mas sobre lidar com os acontecimentos, durante o episódio ficou claro que ele estava lidando muito bem.
    Mas meu medo é quase o mesmo que o seu, temo que vire um procedural que uma vez ou outra acabe soltando algo sobre a série, mas se for um procedural igual Fringe... Ai fico feliz. Rs.
    Porque quando comecei Fringe eu tinha o mesmo medo e até pior, pois até os roteiristas soltarem alguma coisa que ligasse os episódios anteriores, pra mim, os episódios que eu estava vendo eram avulsos. Mas com o tempo percebi que nada é por acaso em Fringe, torço para que em Awake seja igual.

    ResponderExcluir
  4. Pra onde seguirá a história? Fiz 50 questões sobre isso: http://t.co/7imXOGNG Se o que mais lhe irritou (pulseiras) foi um detalhe, aposto que no terceiro ou quarto episódio você terá mudado de opinião! Também aconteceu isto comigo em Fringe. No começo, eu achava muita viagem aqueles experimentos de transferência de memória e talz. Mas depois a série foi melhorando cada vez mais.

    ResponderExcluir
  5. Felipe Felix da Silva28 de fevereiro de 2012 13:33

    Torço para que a série dê certo na audiência, pois vendo as 50 questões que você apontou tenho mais certeza ainda que ela tem muito material pra trabalhar e muita coisa boa pode vim por ai se for bem trabalhada. 

    ResponderExcluir
  6. Gostaria de ter o otimismo de vocês rs. Vamos aguardar ;)

    ResponderExcluir
  7. Que será procedural eu não tenho dúvida... Até porque o fato dele usar fatos de uma realidade para desvendar crimes na outra também fez parte desse piloto. Pra mim vai de se saber conduzi-los bem (vide Fringe e Person of Interest) a ponto de balancear o caso da semana com a trama principal da série. 

    Gostei muito do piloto, prendeu minha atenção o tempo todo. Também gostei dos psiquiatras e com um deles eu já estou até acostumado (B.D. Wong, que também interpreta um psiquiatra em Law and Order:SVU).

    É verdade no entanto o que o Fábio falou, a probabilidade dele estar morto é muito grande. Eu diria que ele pode estar em coma. Ou então cada vez que ele dorme pode estar atravessando para um universo paralelo e ele vai aparecer em Fringe como um caso da semana... kkk

    ResponderExcluir
  8. Felipe Felix da Silva29 de fevereiro de 2012 10:40

    Só vou ter que descordar da probabilidade de ele estar morto ou dele estar em coma, acho que seria muito óbvio, só com a sinopse já dá pra sacar essa possibilidade, então eu acho que seria muito óbvio para eles usarem isso.

    ResponderExcluir
  9.  Também acho, Felipe... Na verdade por achar que esas probabilidades são muito grandes é que desconfio que a explicação não seja essa. seria muito estúpido...

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.