Grey's Anatomy - 8x08 - Heart-Shaped Box




Nostalgia define bem esse episódio, em geral alguns elementos dessa temporada também, mas este em especial fez lembrar o quanto sentimos falta de alguns personagens.

Já está ficando chato, todas as reviews eu começo elogiando, mesmo que não me canse de fazer. Repetitivo é a palavra certa, praticamente baba ovo, mas quem é fã mesmo, nem percebe isso.

Nada como um coração em uma caixa para deixar as coisas melhores, quer dizer, melhores ainda. Webber deixou de ser o chief para se tornar filósofo/conselheiro, antes da saída dele, eu sempre pensava, que o personagem vai fazer da vida quando sair da chefia, agora sabemos. Ele está se tornando um dos meus favoritos e mais engraçados.

Tudo indo de vento em poupa, mas a chegada da mãe de O’Malley,traz aquele clima nostálgico. Os tempos quando ninguém era de ninguém, e a fila para exame de sífilis era gigantesca, cirurgias no coração eram feitas em elevadores. Velhos tempos.

Destaque mesmo no episódio foi o “Coração na Caixa”, que não é só um órgão humano que determina a vida de uma pessoa, mas agora é um estilo/filosofia de vida, que ex-chief Webber e Cristina adotaram. Estou pensado seriamente em me juntar a eles.

Derek agora vai limpar seu nome, fazendo cirurgias que ninguém quis. Lexie entrou nesse bonde, e para estar definitivamente dentro ela tinha que convencer paciente a fazer a cirurgia. Sei lá, mas acho que Lexie deveria ter visitado a mãe de George, afinal eles eram amigos.

Avery e Sloan têm uma relação tão forte agora, que pra quem não vê a série pode pensar que são um casal, não professor e aluno (Pelotão da Plástica). Achei um pouco precipitada a decisão de Jackson, afinal little Grey nem traiu.

Partes mais emocionantes ficaram nas mãos de Mer, Bailey, Callie e mãe O’Malley. Bailey desabafando com Mer foi um balde de água fria na briga entre as duas, “George O’Malley era o meu favorito.”, tenho que admitir, me emocionei quando ela disse isso, me lembrei de tudo que ele fez na série, no parto de Bailey, ele estava lá.

Callie tem uma relação muito bonita com a mãe dele, gostei de ver. Aquela pediatra foi figurante, se bem que no final o ego de Karev ficou lá no alto. Minha profecia se cumpriu, Henry e seu problema de saúde vão dar muitas preocupações para Altman, acho que ele tem uma grande chance de morrer, afinal tem muito tempo que a Dona Morte não visita o SGMW.

PS1: Adorei Cristina com sua listinha, ex-chief também não quis ficar fora dessa.

PS2: Karev citando Geoge e Izzie foi saudade pura. Ainda espero por um final decente para a personagem.

PS3: Henry na faculdade de medicina, nada a ver.

PS4: Quando aquela paciente escritora disse que deve um final aos seus personagens, fiquei imaginando Tia Shonda, acho que isso veio dela.

“Ás vezes, precisamos de uma grande perda, para nos lembrarmos do que realmente importa. Ás vezes ficamos fortes. Mais sábios, e melhor equipados para o próximo desastre.Ás vezes.... nem sempre..”
Tecnologia do Blogger.