Pular para o conteúdo principal

A avalanche de séries ruins tem um culpado: Você




É incrível como de uns tempos pra cá, estão aparecendo mais e mais séries medíocres que chegam até a insultar a inteligência do espectador, vindas do mercado americano, onde verdadeiras obras primas já foram criadas. Não estou dizendo que não exista atualmente, porém, podemos contá-las nos dedos.

A indústria fonográfica americana, com raras exceções, está voltada a ganhar dinheiro. Buscam implantar em nossas casas, séries que baseiam um assunto popular com um tema chamativo e com um nome famoso por trás. Gastam milhões com propagandas (enganosas) mas esquecem do principal. Qualidade. Montam um elenco com atores fracos, roteiristas incapazes de honrar a profissão, enrolam a gente ao máximo com uma trama cansativa, desinteressante e sem base. Exemplos? Terra Nova e Falling Skies, com o famosíssimo Steven Spielberg por trás e Off The Map com produção (oi?) executiva de Shonda Rhimes (Grey's Anatomy).

Acontece que muitas dessas séries conseguem ter uma certa audiência e por incrível que pareça, muitas vezes são renovadas. Tudo isso porque existe um grande público intelectualmente burro (principalmente os americanos que vivem a base de Mc Donalds) que se prendem ao enredo e esquecem o resto. Esquecem atuações, esquecem furos no roteiro e aceitam qualquer tipo de resolução à trama prometida. 


Agora existem séries que mesmo com pequenas falhas na produção e com um elenco mediano, conseguem entreter o público com tramas e personagens interessantes, motivando-nos a continuar assistindo-as. É a série que te faz bem. Essas séries tem falhas, porém, não comprometem. Chamo-as de séries "assistíveis". Exemplo: The Vampire Diaries e Glee. Não são uma maravilha, mas não são lixos, como muitos dizem.

Por outro lado, há séries de altíssima produção, mas com uma trama chata, confusa e cansativa. Cito e sem medo, Game Of Thrones. Uma série de qualidade indiscutível, mas que exige um empenho (leia-se saco) muito grande para assisti-la. A unica temporada da série até então, começou bem, focando em um tema de sucesso, mas acabou caindo muito nos episódios seguintes. Diálogos longos, confusos, desinteressante, personagens pouco carísmáticos. Nudez gratuita, sem sentido. Fugiu do que mais o público queria ver. Guerra de espadas. Vinda dos livros, a série praticamente exige do espectador o aprofundamento na sua obra literária, principalmente para assimilarmos aqueles nomes esquisitos, tanto de personagens como de localidades. Claro que tem pontos positivos, mas os negativos são bem maiores.

Não adianta olhar torto pra mim não, Spielberg
Quanto as emissoras, elas não estão nem aí. O que elas querem é resultado. Renovam uma série ridícula por ter algum tipo de retorno e cancelam séries com qualidade reconhecida por críticos, mas que não tem aceitação da forma que esperavam do público. Exemplos não faltam. Só digo que duas das melhores séries da atualidade estão prestes a serem canceladas devido a isso. Community e Fringe.

Eles não sabem ganhar dinheiro com uma série de outra forma. Tudo tem a ver com a audiência. Deveriam buscar outras opções financeiras para manterem uma série de qualidade mesmo com baixa audiência. Como? Eles tem "profissionais" muito bem pagos para isso. Não é o papel do espectador. Nós pagamos canais especializados e compramos os produtos oficiais da série. Temos que cobrar. Nosso papel é esse.

Cabe também a nós sabermos diferenciar o que é bom e o que é ruim. Temos que filtrar o que realmente é bom e deixar de lado as séries "mais ou menos" que estão no ar. Temos que ser detalhistas. Quanto aos lixos? É lixo. Sem direito a reciclagem. Citem-os a vontade.

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Confira as 5 séries mais vistas na Netflix pelo mundo

Nos últimos dez anos, a Netflix transformou a forma como o mundo assiste filmes e programas de TV, fornecendo aos assinantes uma enorme biblioteca de clássicos convencionais  e dezenas de recomendações personalizadas - tudo disponível na ponta dos dedos. Isso é mais do que apenas conveniência,  é a metamorfose da mídia.
Usando os dados do Google Trends, o site highspeedinternet.com classificou os países pelo número de pesquisas relacionadas à Netflix e referenciou as suas classificações com as séries mais procuradas. No mapa acima você confere qual é a TOP de audiência em cada país, e, abaixo você confere quais as 5 séries mais procuradas no serviço de streaming.
TOP 5:

1 - Sherlock
2 - Friends
3 - Narcos
4 - House of Cards
5 - New Girl