Grey's Anatomy: Love, Loss and Legacy S08E05




Até agora essa oitava temporada está sambando na minha cara bonito. Sou só elogios.

Já falei aqui? , acho que não, mas se tiver falado, falo de novo, AMO TITIA SHONDA. Deusa, musa e tudo mais, sem palavras pra ela, estão conseguindo fazer um início de temporada pra ninguém botar defeito. Um dia ainda vou pra Shondaland.

Chega de babação, vamos ao que interessa. Senti falta de Lexie, que teve seu nome citado várias vezes, mas aparecer que é bom quase nada. Jackson tirou a menina do país, quer dizer, da cidade, pra longe de sua mãe, Drª Catherine Avery, que segundo ele adora interferir na vida dos outros.

Uma das melhores, se não a melhor participação na série, na minha humilde opinião. Engraçada, brilhante e genial, acho que estou ficando igual à Kepner. Tinha que ser fixa na série, quem sabe ai Jackson aprenderia a lidar com esse medo constante dos seus familiares.

Cristina e Owen estão na melhor faze de seu relacionamento, percebemos isso claramente na envolvência dos dois na cozinha. Adoro quando ela dança, da vontade de dançar também. Não gostava muito de Owen, será porque agora estou simpatizando com o personagem.

Meredith e Derek estão na mesma situação de sempre, quando conseguem se aproximar um pouco que seja, acontece alguma coisa que os afasta novamente.

Alex foi Alex, não tenho que ficar julgando as atitudes dele, sempre foi assim. Em relação a Zola, ele não agüentou o peso da responsabilidade sozinho e dividiu com Cristina, vejo dois motivos por esta atitude ou é imaturidade ou medo de perder a amizade de Mer novamente.

Callie está um pouco apagada, mas sua hora vai chegar. Arizona ficou insegura em relação ao que Karev disse. Bailey nem se fala, ela pode ser a maioral no hospital, mas quando se trata de relacionamentos é um desastre, o melhor de tudo foi ela exigindo clareza e depois se jogando na taça de vinho.

Estes problemas com Zola renderam, e tudo acabou em choro, Meredith nunca chora, mas quando faz, desaba (vontade de abraçar). Os dois cantando no final foi fofura total, torço muito pra que se resolvam e peguem Zola de volta. Encarando a assistente social no elevador foi o momento pesado do episódio, fiquei com medo do que podia acontecer.

PS1: Cristina tentando dar nó com a mão esquerda foi hilário.

PS2: Drª Avery, muito legal, deu aquele empurrão para a vida sexual (se é que ela existe) de Kepner. Brigando com Sloan, amo essa mulher. Volta logo.

PS3: O caso da semana, foi revolucionário, transplante de pênis, bem perturbadora a ideia, mas que deu certo, não graças a Kepner.

Comentem, sem a participação de vocês não tem graça.
Tecnologia do Blogger.