Pular para o conteúdo principal

Fringe: "Alone in the World" S04E03




Você está com pressa de saber sobre os mistérios de Fringe? Tenha paciência. Os produtores vão contar, mas de forma bem lenta. Isso te incomoda? A mim não.

"Alone in the World". O título do episódio não poderia ter sido escolhido de forma melhor. "Sozinho no mundo". Walt, após a morte de Peter, mergulhou numa profunda solidão, e nesse episódio, encontrou uma criançã passando pelo mesmo sentimento. O caso Fringe da semana, fez-nos esquecer um pouco das perguntas que esperamos serem respondidas na série. Um caso muito louco como de costume, porém trazendo bem mais emoção, tensão e pavor do que já estávamos acostumados na série.

Uma criança ligada emocionalmente a uma criatura (Gus), foi a base do caso semanal. Alguma alusão a trama principal da temporada? O caso em si, não, mas o episódio tratou de nos explicar como foi o passado de nossos guerreiros sem a presença de Peter. Peter existiu, só que morreu. Ambos morreram. Walt fez a travessia para tentar salvar o Peter do lado B e caiu na geleira, como já tínhamos visto na série, porém, dessa vez o Observador não estava lá para salvar.


O assunto "deixe morrer uma pessoa para salvar outras dezenas", é um clichê mais do que batido no mundo das séries. Em Fringe, esse plot já foi usado outras vezes, porém, não deixa de ser bem tenso e agradável de se ver, quando é bem feito, e se tratando de Fringe, tudo é bem feito.

Coloque-se na pele de Walter. Coloque-se na pele das pessoas que estão convivendo com Walter. Difícil não é? Pra quem não está por dentro das coisas, internaria Water imediatamente. Ainda bem que agora Walter tem Olívia para compartilhar as suas loucuras. Extremamente deprimente a cena onde Walter tenta fazer uma cirurgia em si mesmo. Emocionante. Completamente levado ao desespero. Mas também, quem não ficaria? "Eu estou são"!

Fala logo o que você quer Peter e para de enlouquecer o nosso Walter! [Rs]

O episódio termina com "Nos temos que achar ele!". Episódios tensos e bombásticos a vista, alguém duvida?

Os Glyph Codes da semana formaram a palavra REBORN. Renascido? Quem? Peter? Tudo na série ainda está envolvendo o desaparecimento de Peter, principalmente quando pegamos esses enigmáticos códigos.


O observador apareceu no primeiro quarto do episódio, especificamente em 10 minutos e 40 segundos. Fazendo o quê? Observando como sempre. Prefiro-os em ação.


 (Não vou mais marcar o Observador na imagem. Não é possível que vocês não vão achar, não é verdade? [Rs]

A audiência da série continua naquela, enlouquecendo os fãs a cada números divulgados. Está a baixo do que normalmente precisaria pra ser renovada. Contudo, isso é bem relativo, vide o que aconteceu na temporada passada, quando a série obteve péssimos números e mesmo assim foi renovada. Torcer para números maiores? Não vai aumentar muito mais do que isso.

Eu acho que deveriam definir uma data de encerramento para a série, como aconteceu com Lost e está acontecendo com Breaking Bad, por exemplo. Quando? Sei lá. Daqui a uma, duas ou três temporada, que seja, mas que planejem um fim para a série, para que não cancelem do dia para a noite, deixando-nos órfãos e sem respostas.

Comentários

  1. Episódio muito bom! A 4ª temporada ta com um episódio melhor que o outro... eu também não importo de esperar se for pra ter uma boa resposta! Nossa quando eu vi o Walter tendo fazer um lobotomia nele mesmo eu pirei! Ainda bem que temos a Olivia! Esperando ansiosamente pelo próximo episódio e pela próxima review! ^_^

    ResponderExcluir
  2. Episódio sensacional! Mas não estou tão tranquilo na espera de respostas quanto vocês, quero logo saber sim o que aconteceu com o Peter e quando ele volta!!! :D

    ResponderExcluir
  3. Marco Antônio Freitas9 de outubro de 2011 13:25

    Realmente um episódio ótimo, tive vontade de abraçar o
    Walter na cena final, John Noble é realmente fenomenal. Até agora a temporada
    está no ritmo certo, sem ser expositiva demais oferecendo resposta em excesso
    (o que seria um erro, pois, devido ao contexto da série, não há pergunta alguma)
    e desenhando o passado dos personagens de forma lenta e coerente. O ritmo da
    serie me lembra muito o da 2ª temporada em que tivemos muitos fillers que davam
    forma a personalidade dos personagens, só para mais tarde desenvolver a
    mitologia  excepcionalmente. Realmente no momento pouco me interessa onde
    Peter está, Fringe parece muito mais uma serie estreante do que uma ficção
    cientifica consolidada e é assim que estou aproveitando a serie. Realmente para
    quem é fã, há curiosidade em saber como determinados fatos ocorreram, mas estou
    convencido de que saberei deles em momento apropriado (como ocorreu nesse
    episodio). A única coisa que realmente me intriga no momento é porque o
    Observador não apagou Peter definitivamente no primeiro eps. dessa temporada: será
    que ele ficou comovido com a situação de Walter ou será que ele esta hesitando
    em continuar sua função?? Isso é algo que realmente me intriga, creio que a
    segunda possibilidade é a mais provável, mas não apostaria todas as minhas fichas
    nisso considerando o que Agosto fez na 2ª temporada motivado exclusivamente por
    amor. Não duvido que são os próprios Observadores que estão “vazando” traços de
    Peter, mas isso só saberemos mais adiante, enquanto isso vou curtindo a viagem
    já que Fringe nos trouxe o “piloto” mais promissor da temporada rsrsrsrs!!!

    ResponderExcluir
  4. O episódio foi maravilhoso. Gostei muito do caso do menino e as explicações que tiveram sobre o Peter e tudo o mais. Foi bom eles terem explicado isso, pois eu já estava enlouquecendo formando teorias sobre o porquê de uma guerra entre os universos se o Walter não teve tal motivo para atravessar. Os episódios de Fringe tem sido tão magníficos que as vezes eu me surpreendo com como uma série consegue ser tão perfeita. Senti falta da AltLiv, muita fatal. Estou gostando demais da personagem e amo ver as duas trabalhando juntas e quero logo que o nosso Lincoln conheça o AltLincoln. Enfim, Peter pra lá Peter prá cá... admito que estou curiosa para saber como/quando ele irá voltar e qual será a reação de todos, maaaaaaaas quem me conhece sabe que não morro de amores pelo personagem. Bom, Fringe tem desenvolvido muito bem a trama e nos dando respostas. 

    Sobre cancelamento, dizem que Fringe só foi renovada ano passado devido ao fato de que os "grandões" da FOX gostam muito da série e se esse for o caso, espero que aconteça o mesmo esse ano se continuar nesse ritmo.Anyway, a review está excelente e eu não consegui ver  o Observer hunf* (brincadeira) HSUAHSHAUSHUAHSUHASSó para não perder o costume: ANNA TORV + ÓCULOS + TRANÇA = MY BODY IS READY! SHUAHSUAHSUHSUH Parei. 
    Ela está arrasando demais nessa atuação, não? Estou amando cada vez mais - se é que isso é possível. Muito amor pelas Liv(s) <3

    ResponderExcluir
  5. Episódio incrível!! Fiquei quase uma hora parada na frente do pc tentando "processar" o episódio. 
    O Walter se identificou tanto com o menino e depois chamando ele Peter, nossa foi tenso. Eu gostaria de ver o menino aparecendo em mais alguns episódios.=]
    Peter está realmente querendo deixar todos loucos...'rsrs
    Surtando aqui até sexta!! 

    ResponderExcluir
  6. Acho que esse episódio foi até aqui o melhor da temporada (não que os outros tenham sido ruins). Claro que nós saberemos dos mistérios aos poucos e não vejo problema algum nisso.

    Realmente o caso dessa vez foi muito legal e bastante tenso, o que intercalado com o desespero de Walter em achar que estava ficando louco deixou o episódio muito interessante. Ele chamando o menino de Peter foi uma sacada muito boa!

    Bom saber ainda que Olívia também está sonhando com Peter... agora o circo vai pegar fogo, porém, ainda mais legal é saber que o Glyph Code foi "Reborn". Que diabo eles estão querendo dizer com isso?

    Chega logo sexta!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Vencedores do Emmy Awards 2017

2017 entra pra história do Emmy como o ano que fizeram "tudo certo". 
O Emmy é uma premiação sempre polêmica, inconclusiva e injusta, como convenhamos, toda premiação. Mas por incrível que pareça os vencedores da edição desse ano foram bem recebidos pelo público e crítica. Claro, um ou outra série tem certa preferência de cada telespectador, porém, não se pode negar a qualidade dos premiados.
Game of thrones, o maior vencedor da história do evento, não esteve presente, fato que gerou piada para o apresentador Stephen Colbert. Foi cômico mas foi verdade: os vencedores deveriam agradecer a série por não estar levando todas as estatuetas esse ano.
Muitos ganharam o Emmy pela primeira vez: Donald Glover foi o primeiro negro a ganhar em uma categoria de direção, por "Atlanta". Lena Waithe se tornou a primeira roteirista negra a levar uma estatueta. E Reed Morano foi a primeira mulher a vencer como diretora em 22 anos.
Abaixo você confere a lista dos vencedores,destacado…

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…