Wilfred: "Identity" Season Finale




Peraí! Além de ser a comédia mais estranha da atualidade, fazendo-nos rir a todo momento, ainda tem conteúdo? Geralmente séries de comédias não têm episódios interligados. São baseados em uma trama semanal, mas com Wilfred foi diferente. Tramas semanais houveram, mas conseguiram manter uma boa trama principal, com inicio, meio e fim, e ainda deixando um ótimo cliffhanger para a próxima temporada. Sinceramente, a série superou e muito as minhas expectativas.

Pra começar, uma piadinha infame sobre Lost. Ri litros com Wilfred tentando (mais uma vez) ludibriar Ryan e dessa vez, a base de mostro de fumaça. O engraçado é que até cachorro (Wilfred) entendeu o final de LOST e até hoje tem gente que ainda não.[rs] Eles não estavam mortos desde o começo minha gente! "Tudo na ilha era real" - Wilfred

Por falar em Lost, achei que Nestor Carbonell (Richard Alpert) ia participar mais da série, porém só apareceu em 10 segundos. E eu que só comecei a assistir a série, ao saber da sua participação.


Brincadeiras a parte e não estamos aqui pra falar de Lost, vibrei com os momentos de "Ryan Bad". Manipulador de primeira ein Ryan? Benjamin Linus deve estar orgulhoso de você. Claro que se ferrou no final, mas pensei: "Depois de 12 episódios, Ryan deixa de ser um babaca e assumi o comando". Estragou tudo, mas foi divertido. A moral da história é que não adianta nada para ele ser o que não é. Só piora as coisas. Mas um pouco de sorte ia cair bem. Foi pegar urina logo de sua irmã grávida! OMG.

Ah não! Colocar bolinhas de sabão para o Wilfred estourar, foi muita sacanagem.

Mas a pergunta inicial ficou sem resposta. Quem é você? Por que é você Wilfred? De repente Ryan se depara com seu armário, onde imaginava ser seu porão enfumaçado. Wilfred foi abduzido pelo mostro de fumaça? Nada existiu? Tudo era um sonho? A realidade paralela está de volta? Tudo isso e mais um pouco só na próxima temporada de Wilfred e eu, já não vejo a hora
Tecnologia do Blogger.