A volta de Hawaii Five-0 made in Lost




O remake Hawaii Five-0 voltou para a sua 2ª temporada mostrando o que tem de melhor. Foi o suficiente? Analisando individualmente o episódio Ha’i'ole, podemos tirar coisas boas e coisas ruins, porém para fixar o público durante uma eternidade de 24 episódios, talvez precisem de um pouco mais.

No quesito entretenimento, a série voltou ótima, com várias cenas de ação, reviravoltas, luta corporal e tudo de bom que é derivado de uma boa série policial. Quanto a isso, nada a acrescentar. É muito bom e divertido em qualquer ramo que seja, cenas de ação a base de tiros, porradas e sangue.

Mas por outro lado, as cenas tem que ter um mínimo de relevância. Steve foge da cadeia? Ótimo. Mas como um presidiário acusado de matar a governadora é transferido em uma ambulância sem ao menos estar algemado? Nem vou falar (mas já falando) das sequências onde previamente sabíamos o que ia acontecer. Ficou claro que aquela briga era para forçar a fuga de Steve, mas se ele tivesse ganhado a briga?

Esses foram apenas alguns exemplos ocorridos nesse episódio e que ocorreu aos montes na temporada passada.

Quanto a trama, não é possível que iremos acompanhar por mais 24 episódios Steve correndo atrás de Wo Fat, descobrindo a cada 6 (ou mais) episódios uma migalha de informação do passado de seu pai, a base de pistas deixadas em sua amleta. Óbvio que não tem nada de corrupto com seu pai. Isso é típico na série, desde sua versão original. Nem vou falar (mas já falando 2) da trama envolvendo Danno. Pera aí! De novo? Passamos a temporada inteira com esse plot, teve um final até legalzinho, mas aí eles vem com essa. Ah não. Pra mim esse plot já está saturado.

Ok, falei bem mais mal do que bem até agora, mas vou encerrar falando de coisa boa. O elenco. Enriquecido de Terry O´quinn, o eterno Locke de LOST. Veio como um general responsável por treinar Steve, com a perspectiva de estar sempre ao lado dos Five-o, ajudando no que for preciso, principalmente a Steve. Uma grande contratação para a série, acrescentando já a um excelente elenco.

Finalmente um puta cliffhanger. Jenna é a infiltrada no Five-0 a mando de Wo Fat. Daí poderão aparecer boas tramas, mas espero que não seja apenas fogo de palha, para podermos acompanhá-la por 24 episódios.

Se quiser começar a assistir a série, você pode assistir a primeira temproada de forma relâmpago. É só separar uns 5 principais, como o piloto, season finale e uns 3 ou 4 intermediários, que já terá toda a história em sua memória (Isso é que me incomoda). O resto é entretenimento puro. Se tiver tempo e paciência, assista tudo então.
Tecnologia do Blogger.