Pular para o conteúdo principal

True Blood "Soul of Fire" S04E11




True Blood está virando uma ótima série de comédia, e isso não é uma crítica. Community, Modern Family e Park & Recreation que se cuidem.

Sério pessoal, quantas gargalhadas surgiram nesse episódio. E não é demérito não. Confesso que me divirto com as bizarrices de True Blood e com algumas cenas hilárias, que não deixa a desejar para nenhuma série de comédia.

Iniciei esse episódio com a mente aberta, sem deixar-me influenciar pelos detalhes sórdidos que mencionei em reviews anteriores. É aceitar o jeito que decidiram nos mostrar. Esse foi o meu lema e confesso que me diverti, durante os quase 50 minutos do episódio. Claro que teve vários momentos WTF, mas fazer o quê? Ame-a ou deixe-a. Mas ainda aceitam meio termo.

Esqueci a forma como levaram-nos ao plot Sam x Marcus e adorei a resolução. Num certo momento eu achei que Marcus não ia morrer, mas Alcide estava lá para garantir isso, além de repudiar (O Clone?) sua quase traidora esposa, ou melhor, se não chegam... Ela já estava de calcinha.
Muito bom encerrar essa história, apesar de triste a cena da garota perguntando pelo pai. Guerra é assim mesmo. Os inocentes são os que mais saem perdendo.


E por falar em guerra, vamos à principal parte do episódio. Marnie x Vampiros/Humanos/Qualquer coisa que aparecer. A bruxa tava possuída e não apenas por Antonia. Acabou que Marnie se tornou a vilã da temporada. Motivo? O mais banal possível. Difícil de aceitar toda a raiva de Marnie devido a falta de compreensão. Antonia tinha motivos para acabar com os vampiros, mas preferiu lutar contra seu hospedeiro e sumir. Marnie que a princípio não tinha um objetivo maior, perdeu a vida matando gente inocente. Porém como disse, acompanhei o episódio por puro entretenimento e sem esquentar muito a cabeça. Então gostei? Não força também não é gente?

Andy encontra uma inesperada paixão na floresta. Mais uma [sa]fada em Bon Temps! Passamos a temporada inteira sem as fadas e elas aparecem só no final? Na temporada passada foi assim. Elas apareceram, levaram a Sookie e nós ficamos sem saber de nada. Agora elas aparecem pra quê? Essa trama vai ficar como cliffhanger para a próxima temporada? De novo? OMG!

O episódio termina com Lafayette possuído por Marnie. O season finale promete continuar a guerra iniciada nesse episódio, com Marnie botando fogo em tudo e em todos. É sempre bom assistir essas bizarras guerras em True Blood, mas preferiria que esse plot tivesse terminado e que o episódio final partisse para o início de uma trama mais interessante, fechando com um bom cliffhanger para a 5ª temporada. Mesmo que fosse a base de [sa]fadas.


e mais:

*Sookie convocando seus poderes de fada para evitar que Marnie mate Bill e Eric foi legal, mas ainda estou esperando-a dominar seus poderes. Vai demorar muito?
*Como assim Eric e Bill iam se matar? Simples assim? Muita babaquice da parte deles.
*Coitada da Pam! Não faz isso com ela não, Eic.
*Eric mal voltou! #TODOSCOMEMORA
*Jesus é o salvador! Também como esse nome.

Comentários

  1. Tá parecendo mais cena de comédia o Erik arrancando o coração do cara e bebendo foi ótimo.

    ResponderExcluir
  2. Acho que podiam ter dado mais crédito ao enfermeiro bruxo.

    ResponderExcluir
  3. Marco Antônio Freitas7 de setembro de 2011 21:26

    Gostei do episodio e True Blood tem de ser encarada assim,
    como divertimento descompromissado. Por mais que o roteiro seja recheado de
    situações bizarras e completamente sem noção (suicídio do Eric e do Bill?
    Realmente a gente podia viver sem isso), eu gosto muito da serie. As veze ela
    tem seus lampejos de genialidade, mas não espero isso de todo episódio, não amo
    True Blood, também não odeio, simplesmente me divirto. Acho que eu posso né?
    Quanto ao episódio em si, continuo achando que a trama do Sam podia ter sido
    descartada, quer dizer, como não tinham espaço pra ele na trama principal
    jogaram uma historinha aleatória pra ele. E finalmente o Eric badass está de
    volta, por mais que eu me simpatize com o casal Sookie e Eric, gosto do
    personagem fodão que ele é. E por falar em casais: é só eu que acho que Jason e
    Jessica não tem nenhuma química juntos?? Tem que ver isso ai...
    Agora e espera pelo final que promete deixar um ótimo plot pra próxima
    temporada (li uns rumores ai...) e depois esperar mais oito meses por um
    episodio novo...pelo menos tem Fringe vindo ai...

    ResponderExcluir
  4. Na minha opinião, foi o melhor episódio da temporada até agora. Pam e Jessica com os melhores comentários. Morri de rir com o colar e a manicure às 4h e a comparação com a TPM. (Falando em Community, obrigada por me incentivar a assistir, a série é muito boa mesmo).
    Também gostei do desfecho da trama de Sam e Alcide com a morte de Marcus pelas mão dos lobo. Juro que também lembrei do clone durante eu te repudio.
    A parte da disputa de Marnie com os vampiros foi muito boa e quase morri quando Sookie se juntou à roda  da bruxa. Entendo Marnie, que sempre se sentiu excluída e destratada, querer seguir com o plano de Antonia. Os vampiros foram os últimos que a maltrataram e, já que alguém queria começar uma vingança, ela aproveitou.
    Muito bom ela ter morrido e voltado em Laffayette. Eu realmente não esperava. Também não pensava que Jesus ia ser útil alguma vez na série, mas foi bem legal.
    Espero uma season finale muito boa também!

    ResponderExcluir
  5. Aconteceram coisas que não precisavam acontecer, tipo Eric e Bill quase se matando, plots inúteis e sem sentido. Espero que na quinta temporada True Blood volte a ser aquela velha e adorável série que tanto amamos.... 

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …