Pular para o conteúdo principal

Supernatural - Quarta Temporada




A Quarta Temporada de Supernatural é uma das mais bem escritas e dirigidas de toda a série. Ela divide meu coração com a quinta, que também é ótima!

Vamos partir do princípio. Passaram-se quatro meses desde a morte de Dean, e Sam ainda não conseguiu encontrar um jeito de tirá-lo de lá. Tentou fazer pactos com todos os demônios disponíveis no call Center, mas não houve acordo, portanto ele desistiu de tentar salvar o irmão e dedicou-se 100% a vida de caçador. Quando menos se espera Dean retorna do inferno, com direito da sua mão saindo no meio da terra e em seguida seu corpo todo procurando por ar, é uma cena bem legal pra falar a verdade. Dean sai caminhando sem rumo pelas estradas de terra até encontrar um posto de gasolina/loja de conveniência fechada, já sabemos que entrar em lugares fechados não é problema para os Winchester, portanto pularei a parte explicando como Dean entrou, o importante é que ele entrou, bebeu água e pegou um pouco de suprimentos para a viagem.  Antes de pegar a estrada novamente, ele resolve ligar pro Bobby, podem imaginar que ele pensou que fosse trote e desligou o telefone rapidinho.  Dean pega um carro (roubado) e vai até a casa de Bobby, o que rende muitas risadas, já que Bobby tenta furá-lo com prata e joga água benta na cara dele, até se convencer que não é um demônio ou metamorfo e sim Dean que voltou do inferno. A cena se repete com Sam quando vê o irmão em sua frente. Bem, já sabemos que Dean voltou, mas eai? Como está o mundo? E os demônios? O primeiro passo é descobrir como Dean saiu do inferno, já que não foi Sam quem o tirou de lá. Em uma cena com a fotografia fantástica (adoro a fotografia de Supernatural), vemos pela primeira vez um dos meus personagens preferidos: Castiel, o anjo do Senhor.
Agora vocês perguntam: “ANJOS?” Sim, anjos. Se tem demônios, qual o problema de ter anjos?
“Agora temos anjos e demônios, e daí?” você me pergunta. Calma pequeno gafanhoto, que eu já respondo: A guerra começou!  
Os anjos tentam impedir de qualquer maneira que os planos de Lilith se concretizem, ela pretende quebrar os selos que impedem Lúcifer de sair de sua jaula. Isso mesmo, ela quer Lúcifer andando por aí numa boa, os anjos querem impedi-la de qualquer maneira e Dean foi o escolhido para a missão. Ele tem que impedir Lilith de quebrar 66 selos que prendem Luci no inferno, o problema é que existem milhares de selos e não sabemos quais ela pretende quebrar, tornando a tarefa de Dean muito difícil.
Paralelamente ao drama de Dean, Sam está enfrentando seus próprios demônios, ou melhor, bebendo demônios. Graças à Ruby, Sam descobriu que beber sangue de demônios potencializa seus poderes, então o bonitinho se torna um viciado e precisa de cada vez mais sangue para sentir-se bem. E o melhor, agora ele mata demônios com o poder da mente, não apenas exorciza, mas mata.
Também tem um ótimo personagem nessa temporada: Chuck, o profeta. Enquanto os irmãos estão numa caçada normal, descobrem uma série de livros que narram sua vida, cada passo que deram desde o dia que Dean procura Sam na faculdade até a ida de Dean pro inferno. Claro que os dois ficam confusos com tudo isso e vão atrás do escritor, o tal Chuck. Resumindo: ele vira um aliado dos irmãos.
Dean e Sam brigam muito na temporada, uma divisão bem clara começa a se formar: Dean é o escolhido dos céus, já o Sam... Bem, no último episódio é revelado que ele é o escolhido do inferno. Perto do final Sam e Dean resolvem se separar, pois obviamente eles tem visões bem opostas de tudo.
O ultimo ep é muito bom! Sam está decidido a matar Lilith, porém, mal sabe ele que ela é o último selo ser quebrado e sua morte trará Lúcifer de volta à Terra. Dean sabe e tem que impedir Sam, uma tarefa que não é nada fácil, já que Ruby está com Sam e ela fará de tudo pra atrapalhar os planos dos mocinhos. Dean chega a tempo, não de salvar o dia, mas a tempo de ver Sam matando Lilith, a parte boa é que os dois irmãos juntos matam Ruby. A parte ruim é que uma forte luz branca indica que Lucifer está livre.
Bem, isso é o de mais importante da quarta temporada, claro que tem muita coisa que ficou de fora, como a chata da Ana, mas como ela aparece na próxima temporada, vamos deixar assim por enquanto. Nos vemos amanhã com a quinta temporada!

Comentários

  1. Também gosto muitooooooooo da quarta temporada e do Castiel. Acho que foi a partir dessa temporada que criei uma raiva louca do Sam. Muito bons seus posts sobre a série. Tô gostando muitooooo!!! Até o próximo.

    ResponderExcluir
  2. Essa temporada quase conquista meu coração, mas a quinta é fenomenal!! É isso aí, estamos nos aproximando da sétima e estou ansioso, que venha sexta!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Netflix Divulga TOP 10 Séries mais vistas por super maratonistas

PREPARAR, APONTAR, ASSISTIR: MAIS DE 8 MILHÕES DE ASSINANTES QUEREM SER OS PRIMEIROS  NA MARATONA DE SÉRIES DA NETFLIX
Um novo tipo de aficionado surgiu com a Netflix, e eles estão correndo para serem os primeiros a terminar séries como Stranger Things, House of Cards, Fuller House e outras . Assistir a uma série inteira antes de todo mundo virou um novo símbolo de status.
A Netflix mudou a forma como o mundo se relaciona com séries  - espectadores podem assistir quando, onde, como quiserem e, principalmente, em qualquer ritmo. Ao fazer isso, a Netflix viu o surgimento de um novo tipo de fã: o super maratonista. Completando em um dia o que os outros levam semanas, os super maratonistas se empenham para serem os primeiros a terminar uma série, assistindo a uma temporada inteira nas primeiras 24 horas após o lançamento. 

No total, 8,4 milhões de assinantes da Netflix se tornaram super maratonistas, e a única coisa mais rápida do que o ritmo em que eles assistem a séries é o ritmo de cresc…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…