Supernatural - Quarta Temporada




A Quarta Temporada de Supernatural é uma das mais bem escritas e dirigidas de toda a série. Ela divide meu coração com a quinta, que também é ótima!

Vamos partir do princípio. Passaram-se quatro meses desde a morte de Dean, e Sam ainda não conseguiu encontrar um jeito de tirá-lo de lá. Tentou fazer pactos com todos os demônios disponíveis no call Center, mas não houve acordo, portanto ele desistiu de tentar salvar o irmão e dedicou-se 100% a vida de caçador. Quando menos se espera Dean retorna do inferno, com direito da sua mão saindo no meio da terra e em seguida seu corpo todo procurando por ar, é uma cena bem legal pra falar a verdade. Dean sai caminhando sem rumo pelas estradas de terra até encontrar um posto de gasolina/loja de conveniência fechada, já sabemos que entrar em lugares fechados não é problema para os Winchester, portanto pularei a parte explicando como Dean entrou, o importante é que ele entrou, bebeu água e pegou um pouco de suprimentos para a viagem.  Antes de pegar a estrada novamente, ele resolve ligar pro Bobby, podem imaginar que ele pensou que fosse trote e desligou o telefone rapidinho.  Dean pega um carro (roubado) e vai até a casa de Bobby, o que rende muitas risadas, já que Bobby tenta furá-lo com prata e joga água benta na cara dele, até se convencer que não é um demônio ou metamorfo e sim Dean que voltou do inferno. A cena se repete com Sam quando vê o irmão em sua frente. Bem, já sabemos que Dean voltou, mas eai? Como está o mundo? E os demônios? O primeiro passo é descobrir como Dean saiu do inferno, já que não foi Sam quem o tirou de lá. Em uma cena com a fotografia fantástica (adoro a fotografia de Supernatural), vemos pela primeira vez um dos meus personagens preferidos: Castiel, o anjo do Senhor.
Agora vocês perguntam: “ANJOS?” Sim, anjos. Se tem demônios, qual o problema de ter anjos?
“Agora temos anjos e demônios, e daí?” você me pergunta. Calma pequeno gafanhoto, que eu já respondo: A guerra começou!  
Os anjos tentam impedir de qualquer maneira que os planos de Lilith se concretizem, ela pretende quebrar os selos que impedem Lúcifer de sair de sua jaula. Isso mesmo, ela quer Lúcifer andando por aí numa boa, os anjos querem impedi-la de qualquer maneira e Dean foi o escolhido para a missão. Ele tem que impedir Lilith de quebrar 66 selos que prendem Luci no inferno, o problema é que existem milhares de selos e não sabemos quais ela pretende quebrar, tornando a tarefa de Dean muito difícil.
Paralelamente ao drama de Dean, Sam está enfrentando seus próprios demônios, ou melhor, bebendo demônios. Graças à Ruby, Sam descobriu que beber sangue de demônios potencializa seus poderes, então o bonitinho se torna um viciado e precisa de cada vez mais sangue para sentir-se bem. E o melhor, agora ele mata demônios com o poder da mente, não apenas exorciza, mas mata.
Também tem um ótimo personagem nessa temporada: Chuck, o profeta. Enquanto os irmãos estão numa caçada normal, descobrem uma série de livros que narram sua vida, cada passo que deram desde o dia que Dean procura Sam na faculdade até a ida de Dean pro inferno. Claro que os dois ficam confusos com tudo isso e vão atrás do escritor, o tal Chuck. Resumindo: ele vira um aliado dos irmãos.
Dean e Sam brigam muito na temporada, uma divisão bem clara começa a se formar: Dean é o escolhido dos céus, já o Sam... Bem, no último episódio é revelado que ele é o escolhido do inferno. Perto do final Sam e Dean resolvem se separar, pois obviamente eles tem visões bem opostas de tudo.
O ultimo ep é muito bom! Sam está decidido a matar Lilith, porém, mal sabe ele que ela é o último selo ser quebrado e sua morte trará Lúcifer de volta à Terra. Dean sabe e tem que impedir Sam, uma tarefa que não é nada fácil, já que Ruby está com Sam e ela fará de tudo pra atrapalhar os planos dos mocinhos. Dean chega a tempo, não de salvar o dia, mas a tempo de ver Sam matando Lilith, a parte boa é que os dois irmãos juntos matam Ruby. A parte ruim é que uma forte luz branca indica que Lucifer está livre.
Bem, isso é o de mais importante da quarta temporada, claro que tem muita coisa que ficou de fora, como a chata da Ana, mas como ela aparece na próxima temporada, vamos deixar assim por enquanto. Nos vemos amanhã com a quinta temporada!
Tecnologia do Blogger.