Grey's Anatomy: Free Falling/She's Gone S08 E01-02




Nesta fall season cheia de lixo, eis que surge Grey´s como uma luz no fim do túnel para me salvar. 
“Nada será como antes!” 
Depois da finale passada, vimos às conseqüências que tiveram os atos dos nossos queridos médicos do SG. Muita coisa aconteceu em um ritmo frenético, foram 1h24min de pura diversão, entre risos e lágrimas.

Quando o episódio começou, eu já estava no ápice da minha curiosidade. Resolveram fazer uma abordagem nova nesta temporada, seguindo momentos antes do acidente com as vítimas. Fui só eu quem percebeu uma coisa diferente, um ar novo nesta estréia? , sei lá.

Titia Shonda começou a temporada do mesmo ponto que acabou. Derek P da vida com Meredith, por ter adulterado o experimento, e ela cuidando de Zola sozinha, quer dizer, com ajuda de Cristina, que por sinal estavam muito lindas. Novos internos, Teddy feliz como uma criança, Kepner se matando por atenção e o Chef Webber bem misterioso.

Tudo foi muito... Como posso dizer... PERFEITO, está é a palavra que define a première. Confesso que fiquei com um pouco de pena de Kepner, por ser muito educada acabou sendo ignorada por todos. Os personagens ficaram divididos entre, time masculino, com Owen e Derek, do outro lado time feminino, com Cristina e Meredith, apesar de entender o lado de Cristina de não querer ser mãe, vejo a frustração de Owen em relação ao aborto.

Meredith não fez certo adulterando os exames, mas Alex não podia ter feito aquilo, questões morais definem este plot. Bailey não sabe o quanto a amo, acho que até aprendi fazer um sanduíche de café da manhã, agora ela é a manda chuva nos testes clínicos do Chef, e acho que pode sair coisa boa destes ratos.

Callie (linda), Arizona e Eric estavam parecendo os três patetas, com todo respeito, bobos com o lindinho bebê. Avery e little Grey fazem um casal bonito, mas não sei se tem gás pra dar certo. Sloan continua pegando no pé de Jackson sem o menor pudor.

Fiquei nervoso com aquela cena do marido amputando a perna da esposa. Tudo se encaixou as situações pessoais/sentimentais dos médicos e pacientes. Teddy foi muito chata, controlou Cristina e deu uma de “Desperate Housewaive”, tivemos também toda aquela história de Gunther, que por sinal gostei muito. Achei que Cristina fosse tomar controle da situação, mas na correria aplicou adrenalina em Alex, que de médico virou paciente.

Karev falou bonito com Cristina, “Vocês são tudo que tenho”, pronto, passou um flash de tudo que aconteceu desde o primeiro ano, nostalgia tomou conta do meu ser. Final, eles se acertaram, não aguento ver nossos originais brigando, é de cortar o coração (Com bisturi é claro). Queria entrar na televisão e abraçar Mer e Cristina.

Final de episódio e emoção tomou conta, meu rosto ficou molhado, eu não me segurei muita emoção. Cristina desabafando, Zola indo embora, Derek deixando Meredith sozinha e Alex consolando.

PS: O Chef fez tudo pra poder salvar o emprego da Meredith. Agora tem tempo para cuidar mais de Adele.

PS2: Ri muito com Cristina neste episódio.

Isso ai pessoas, se tiver esquecido alguma coisa me lembrem/corrijam e deixem comentários, vamos falar sobre a perfeição que foi este episódio.

7 comentários:

  1. Vamos lá \õ/ Eu também senti esse ar diferente na série e por sinal, gostei bastante. Achei que começou muito bem essa temporada e tem tudo para ser tão boa quanto as outras. Vi algumas pessoas falando mal e por aí vai, mas eu realmente gostei. Ri demais com a Teddy e aquele jeito toda feliz dela (Manhê, quero um Henry /ignore). Meu trio maravilhoso estava marilhoso: Callie, Arizona e Mark <3 Amo, amo e amo de novo! 
    Eu entendo a Cristina e como você, também entendo o Owen e adorei a atitude dele no final; Mer como sempre fazendo tudo por ela e ela o mesmo. Amo essa amizade, acho a coisa mais linda. 
    Mer é tão... não dá para não amá-la, simplesmente, não dá, impossível. Esse jeito "louco" dela é adorável. E espero que as coisas se ajeitem para ela e por mais que eu tenha ficado com raiva do Derek, quero MerDer de volta. 
    Alex recuperou meu amor e chorei ao ponto de embaçar meu óculos completamente com a cena final. Quero a Zola de volta. 
    Está excelente a review, Diego, disse tudo! 

    ResponderExcluir
  2. Devo dizer que Grey's Anatomy é uma das minhas séries preferidas, mas estou em falta com ela pois faz um bom tempo que não assisto. Pra ser sincera nem sei em que temporada parei, mas gosto demais! Principalmente do Dr. Bonitão (Derek).

    E devo dizer que depois que li esse post a minha vontade de ver e rever a série só aumentou, mas infelizmente no momento não tenho como assistir. Enquanto o tempo e a oportunidade de assistir não chegam ficarei por aqui me deleitando com as informações dos seus posts. Esperando mais!!! \o/

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigado... hehehehehe fiquei até sem graça... Rezando pro tempo ficar a seu favor, boa sorte.... =D

    ResponderExcluir
  4. Tem uma coisa nova que gostei bastante. Avery sendo o Gunther...adoro nossos principais, mas acho que foi algo tipo "chega dos mesmos se dando bem". A Kepner coitada, precisa de uma reviravolta aí, se não vai continuar sem graça.

    ResponderExcluir
  5. Pois é, Kepner não tem o respeito dos demais, e também gostei de Avery sendo o Gunther, mesmo sabendo que Cristina é foda, é sempre bom uma reviravolta. Obrigado pelo coment, volte sempre.. =D

    ResponderExcluir
  6. Grey's voltou maravilhosamente bem. Shonda mostrou sua capacidade de reinventar a série, é isso é a essencia de Grey's. Cristina, bem, Cristina simplesmente dominou o episódio, suas cenas com Meredith foram emocionantes (apesar de eu achar que em alguns momentos faltou mais emoção na atuação de Ellen). Miranda foi outra que voltou melhor do que nunca.

    Ah como eu estava com saudades desse pessoal. e Cristina continua sendo minha musa. 

    ResponderExcluir
  7. Cristina também é minha musa, destaque no episódio. Pois é, Ellen nunca faz cena de choro, pena.. Miranda também é outra linda....Valeu pelo coment.... =]

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.