Pular para o conteúdo principal

Damages: Review S04E09 & S04E10


MIND BLOWING com a última cena da season finale, mas vamos com calma...

A tensão toda começou lá no nono episódio. Tivemos um flashback logo no começo que foi totalmente completo na season finale. Nos fez descobrir quem tinha matado os homens do Sancho – isso soou mal, mas vai ficar assim mesmo – e este havia sido o Boorman; em nenhum momento eu previ isso. Agora que o menino era filho do Boorman eu já imaginava, era um tanto quanto óbvio depois daqueles flashbacks com a mãe dele.

E tudo foi aquela típica bagunça – no bom sentido – de Damages onde no final tudo de encaixa. Jerry estava realmente disposto a ajudar a Hewes tanto que chegou a discutir com o Owen (Seth Barrish); senti que ele já não estava dando a mínima mais.
Ellen resolveu abandonar o caso, para preservar a vida de Sanchez, fazendo um acordo com o Howard. No momento em que ela contou à Patty estava estampado no rosto da Hewes que ela não estava gostando nada disso e iria continuar com tal.
Quando tudo fora revelado ao Howard, este resolveu sequestrar o Kosha, levando a insanidade do Jerry há um novo nível. Sabendo que Ellen iria até lá selar o acordo, ele a fez levá-lo junto com ela. E foi lá no terreno do Erickson que todas as respostas foram dadas. Tudo fora preenchido, cada lacuna incompleta.
Boorman havia matado os homens de Sanchez (como disse antes), o homem encapuzado morto era o próprio Boorman e quem executou tal ato fora Sancho com a ajuda do Kosha – este o havia desamarrado já que A.C. acreditou quando seu amigo lhe contou sobre o que o menino havia lhe dito do dia em que realizaram a missão. Este havia deixado uma espada no local. Agora diz: Vocês esperavam que quem morria era o Jerry? Previam isso? Eu juraria que não era.

Patty e Ellen é um caso de amor e ódio.
Hewes prosseguiu com o processo utilizando um novo cliente – a mente dessa mulher... ai ai – o que deixou a Parsons com uma raiva tremenda. Ela fez isso e mais uma vez ela ganhou. Fez um trato com o Owen conseguindo levar tanto o Howard como o nome do Jerry, já que ele já estava morto, para o fundo do poço. A agência prometeu não repetir os tais atos do passado.

Vamos a cena final da season finale.
Durante ambos os episódios tivemos cenas do Michael e da Hewes – aquela que de cara identifiquei como um sonho – e depois as outras que ocorreram. No começo achei que aquilo não daria em nada e que a Hewes ganharia fácil fácil a custódia da neta. Até que Michael Hewes – ele é a cópia da mãe, não? A personalidade é idêntica – aparece com a lista de testemunhas e a única testemunha dele é nada mais nada menos que Ellen Parsons. BANG! A única pessoa viva que sabe todos os podres da Patty irá testemunhar contra ela no caso de custódia. Hewes vai ter que fazer o Chuck Norris para sair dessa enrascada.

Nota¹: Ellen é idiota ou o quê?  Patty ofereceu tudo a ela, TUDO. O prestigio que ela tanto queria, a fama e tudo o mais, e ela simplesmente recusou. Depois não pode reclamar que a Hewes não deu nenhum crédito a ela. Sem contar o que ela fez durante todo o caso para este não ir por água abaixo. 
Nota²: Concordo com tudo que a Patty disse ao psicólogo sobre a sua "pupila". Sem mais.
Nota³: Agora, finalmente, eu posso olhar para o indivíduo que conheço e parece com o A.C. sem querer mata-lo.

Alguns comentários pessoais:
Que eles nunca mais façam uma cena no Afeganistão, porque aquelas ficaram horríveis.
Os atores foram espetacularmente brilhantes em suas atuações, tirando o menino que fez o Kosha que não foi tão bem assim (não gostei da cena do flashback quando vão pegá-lo). A história começou muito boa, furou o paraquedas em alguns momentos e de alguma forma, no meio do caminho, consertou-se e reergueu-se. Definitivamente não foi a sua melhor temporada, mas também não foi de toda ruim. Gostei bastante do caso apesar de ter esperado bem mais e espero, do fundo do meu coração, que a quinta temporada venha para detonar todas as anteriores para fechar com chave de ouro.

Foi bom enquanto durou e vejo vocês na próxima temporada. Espero ter ido bem como uma reviewer de primeira viagem.
That’s all folks ;*

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…