Pular para o conteúdo principal

Comentando: The Big Bang Theory 5x01/5x02: The Skank Reflex Analysis/The Infestation Hypothesis




Jim Parsons ganhou nesse ano, pela segunda vez consecutiva, o Emmy de melhor ator de comédia, se me perguntarem direi que achei justo, afinal a serie rendeu bons momentos ano passado, mas fica a impressão de que o premio seria melhor aproveitado se tivesse sido dado a outro ator. Mas é claro, o Emmy não é exatamente a premiação mais justa que conhecemos.

O fato é que essa premiere dupla de The Big Bang Theory foi extremamente enfadonha, e se no final da ultima temporada parecia que a serie finalmente iria recuperar o fôlego, esse inicio da quinta me pareceu que ela realmente se atirou no poço, descartando tudo de bom que nos foi apresentado nos últimos episódios da quarta.

Entre os cada vez mais raros momentos de genialidade, tivemos que suportar piadas prontas e nada divertidas sobre hemorróidas, homossexualismo e namoro a distancia. Fica claro que os roteiristas da série estão se esforçando para arrancar risos do publico e acabam por se entregarem ao óbvio, o problema é que o óbvio deixou de ser divertido há muito tempo.

Realmente esta difícil ver mais um episódio destacando as paranóias de Sheldon ou ter paciência para suportar as piadinhas sem graça que levaram a serie para o exato ponto em que estava estagnada. Porem, não duvido que no próximo Emmy The Big Bang Theory leve o premio principal para as comedias ou que Jim Parsons ganhe novamente, afinal a serie vai muito bem na audiência e a premiação considera episódios isolados para o julgamento da temporada. Enfim, desse jeito só se pode concluir que americanos têm medo da originalidade.

Comentários

  1. realmente achei muito chato os dois episódios, principalmente o segundo conseguiram deixar o Sheldon sem graça o que eu achava meio impossível mas eles conseguiram.

    ResponderExcluir
  2. Nossa...descordo de quase tudo o que vc falou...
    No primeiro episodio, eles poderiam ter explorado mais todo aquele rolo de q a Penny dormiu com o Raj...e o Leonard fkou perplexo com tudo aquilo! dava p fazer uma boa trama de uns 3 episodios...o leonard desculpou mto rapido o Raj!
    Agora o segundo episodio eu adorei...tirou boas risadas de mim....
    Desde o começo eles exploram o lado excessivo compulsivo de Sheldon...claro que algumas vezes, seria legal se fizessem uma abordagem diferente para o personagem...
    Americano é conhecido pelas piadas sem graça...sem graça p gente, mas para eles....adoram!
    Mas de resto nao tenho do que reclamar...curti os dois episodios...especialmente o segundo!

    ResponderExcluir
  3. A última temporada de The Big Bang Theory me decepcionou bastante. Os últimos episódios para mim nem eram mais engraçados. Não conseguia rir de nada do que passou na season finale. Eu temia que isso acontecesse, mas realmente a série ficou formulaica demais e de riso fácil. Eles diminuíram as coisas nerds da série porque alguns fãs reclamavam que era complicado ver aquilo. Começaram a investir em relacionamentos que não caminham para lugar nenhum, o mais óbvio deles é o namoro de Leonard e Prya. O que Sheldon e Amy tiveram era pura amizade; eles nunca foram namorados. O noivado de Howard e Bernadette foi esquisito e machista demais. Quer dizer que Howard tem que provar que é melhor do que a esposa profissionalmente? Qual o problema dela estar num nível superior ao dele? 

    Penny dormiu com tantos caras na série que quando ela dormiu com o Raj, comentei na época que aquilo não iria dar em nada e que seria mais um. E foi o que realmente aconteceu. Raj continua a mesma coisa de sempre, precisando de bebida para conversar com mulheres. Penny deixou de lado a história. E o episódio dois é a prova disso. Sem falar que o relacionamento de Leonard e Prya não deu certo e os roteiristas ainda insistem num namoro a distância. 

    O que realmente salvou no fim do primeiro episódio foi o Sheldon ao se sacrificar por seus amigos na luta de paintball. (Que mesmo assim não chega aos pés dos episódios de paintball de Community) Apesar de Raj, Leonard e Howard terem sido rebaixados de geeks para nerds, Sheldon foi o único personagem da série que se manteve como realmente era. E foi por isso que ele fez o que fez ao se sacrificar no paintball.

    Enfim, eu era fã da série, me lembro de ter feito uma maratona quando assisti a 1ª e a 2ª temporadas pela primeira vez. Mas agora me sinto até triste por uma série com grande potencial ter sido arrastada para o riso fácil e sendo conduzida por roteiristas preguiçosos, agora que a série conquistou prêmios e encontrou um público que eleve seus níveis de audiência.

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente não posso falar muito sobre essa série, mas assisti quando tava passando na tv aberta e gostei muito!
    Ela será a próxima série que vou baixar, então depois que me inteirar no assunto poderei postar sobre.Eu só sei que pelo que já vi da série me fez adorar e rir muitoooo com o Sheldon!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …