Pular para o conteúdo principal

Treme - Season 2




Antes de qualquer coisa, um conselho, se você não vê Treme, da um jeito na sua vida e veja. Como pode uma série ser tão linda assim, rica em detalhes e marcada por atuações impecáveis, cheia de diversidade e emoção, tudo misturado ao som do batuque de Nova Orleans.

Isso mesmo, HBO continua acertando, o canal sambou na cara da sociedade ao apresentar a segunda temporada. Depois de sua cativante primeira temporada, onde a série mostrou a que veio, apresentando o drama de nossos queridos personagens de uma forma tão simples e direta, chega à vez do segundo ano entrar em cena, quebrando tudo e fazendo muito barulho, sim, o barulho de que falo é o das músicas contagiantes apresentadas, principalmente o tema de abertura.

David Simon está de parabéns, depois de The Wire, fazer uma série genial assim só pode ser um dom, por falar nisso, não vi The Wire toda, mas pelo que já ouvi falar, Treme e The Wire têm muito mais em comum do que David Simon, as duas não têm personagem principal, deve ser uma marca registrada de seu criador.

Treme consegue uma coisa que quase nenhuma série faz, manter o nível de um episódio pra outro, conheço poucas séries que fazem isso. Na trama da primeira temporada vimos os moradores de Nova Orleans tentando recomeçar suas vidas após o furacão. Na segunda temporada vimos todos os personagens seguindo em frente, retomando suas atividades depois da tragédia. As consequências do furacão, e quando falo consequências, não me refiro à destruição, mas sim a violência e descaso em que a população estava. Destaco os episódios de datas comemorativas, como Madri Gras e o Festival de Jazz, mostrando mais a fundo como funciona a cultura na região.

Khandi Alexander fez um trabalho excepcional nesta temporada, mostrou com todo seu talento, o drama de LaDonna que foi espancada, estuprada e roubada em seu bar, todo elenco está de parabéns, mas ela foi perfeita. Antoine montou sua banda, ou pelo menos tentou, e Davis também foi à busca de seu sonho, mas em ambos os casos não deram certo.

Já com o anúncio de sua terceira temporada no forno, Treme encerrou esta com perfeição, sendo simples e emocionante. Se você ainda não viu a série, e procura um conselho, aqui vai, não veja esperando tramas com reviravoltas surpreendentes a cada episódio, você vai encontrar um show rico em músicas, cores, ritmos, belezas e culturas que vai te envolvendo a cada capítulo, e te convidando a dançar a cada música tocada, fazer você querer levantar do sofá e ir dançar.

Enquanto não chega a terceira temporada, quem quer ir comigo ver The Wire, isso ai, matar saudades de Treme vendo o último trabalho de David Simon. A série é exibida no Brasil pela HBO, então já sabe o que fazer agora.

Obs: Nesta temporada a maior protagonista foi à violência, mostrada constantemente nas ruas. E dividindo o lugar, o repertório mandando ver em todos os episódios.

Vamos lá gente, vinguem o review da primeira temporada, comentem.

Comentários

  1. Eu acho que você fez esse texto pra mim rsrs. Não assisti Treme, mas vou consertar esse erro o mais breve possível. Comecei a assistir o piloto e como é longo, acabei não terminando, mas acho que era eu que estava em um mal dia.

    Seu texto é excelente, igualmente o da season 1. Diverti-me lendo-os e espero o mesmo assistindo a série. Super motivacional para quem quer iniciar uma série boa. Infelizmente as séries boas são menos assistidas como é o caso de Treme, Damages e Breaking Bad, mas continuemos na luta para que isso mude.

    Abraço Man!

    ResponderExcluir
  2. Valeu mesmo pelo seu coment, isso ai vamos a luta, mudar a cabeça dessas pessoas que não dão valor as melhores séries como as que você citou...
    Muito obrigado mesmo.... 

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Netflix Divulga TOP 10 Séries mais vistas por super maratonistas

PREPARAR, APONTAR, ASSISTIR: MAIS DE 8 MILHÕES DE ASSINANTES QUEREM SER OS PRIMEIROS  NA MARATONA DE SÉRIES DA NETFLIX
Um novo tipo de aficionado surgiu com a Netflix, e eles estão correndo para serem os primeiros a terminar séries como Stranger Things, House of Cards, Fuller House e outras . Assistir a uma série inteira antes de todo mundo virou um novo símbolo de status.
A Netflix mudou a forma como o mundo se relaciona com séries  - espectadores podem assistir quando, onde, como quiserem e, principalmente, em qualquer ritmo. Ao fazer isso, a Netflix viu o surgimento de um novo tipo de fã: o super maratonista. Completando em um dia o que os outros levam semanas, os super maratonistas se empenham para serem os primeiros a terminar uma série, assistindo a uma temporada inteira nas primeiras 24 horas após o lançamento. 

No total, 8,4 milhões de assinantes da Netflix se tornaram super maratonistas, e a única coisa mais rápida do que o ritmo em que eles assistem a séries é o ritmo de cresc…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…