Pular para o conteúdo principal

Damages: "Next One's on Me, Blondie" S04E04




Let me kill A.C.!
E o tal flashback de três meses depois voltou e me deixou mais tensa ainda. Minhas dúvidas aumentam sobre aquela pessoa ser o Sancho ou não. Acho que ficar apenas amarrado ali seria melhor do que ser obrigado a ouvir aquelas falsas verdades ditas pelo Howard Erickson. Minha raiva por aquele homem só aumenta, mas nem se compara a minha pelo Jerry.

E que sonho foi esse Ellen Parsons? No inicio achei que era apenas um sonho e nada demais, mas após aquela revelação da mãe da Parsons dizendo que ela tinha sido apaixonada por ele no colegial e que ele havia partido o coração dela, tudo fez sentido. O tal indivíduo que apareceu no final do episódio anterior no flashfoward surgiu de novo. Estava fazendo suas orações numa mesquita e depois o vemos cortando a barba. Voltamos ao Hewes & Associates onde Patty pergunta a Ellen se ela está se envolvendo emocionalmente no caso. Eis a diferença entre as duas; o problema da Ellen é que – acho que até comentei algo parecido na primeira review – ela acaba se envolvendo emocionalmente, ainda mais em um caso como esse. Patty nunca se envolve e venhamos e convenhamos, quando ela parece se envolver, na verdade está ‘atuando’. Mas a Parsons é mais fraca para isso.

Enfim, o tal indivíduo se revela Nassim Marwart (Usman Ally) e ele não é nada daquilo que eu estava pensando – imaginei que era um impostor dando o nome do Sanchez para falar com a Ellen e tentar fazer-lhe mal –, pelo contrário, ele é filho do contato (que foi morto) do traumatizado que veio entregar a tal medalha – que ficava na cadela dele e é vista no flashfoward – e, além disso, passa algumas informações; que nas tais missões eles extraiam alguém que era perigoso e com grandes conhecimentos. Chegada a conclusão de que alguém da inteligência está envolvida, Patty vai procurar um de seus contatos, William Herndon (Judd Hirsch) – Bill para os mais íntimos –, e pede para ele ‘ajuda-la’ a descobrir isso. Acho magnífica a forma como ela consegue convencer as pessoas. Ellen descobre que o Chris e os seus amigos se chamavam de Double D’s, mas isso não serve de nada para ela, pois Nassim não tem ideia do significado.

Nesse meio tempo, Jerry está tentando descobrir quem é a tal testemunha do Afeganistão que Chris mandou; pressiona Howard dizendo para ele ordenar que interroguem o Sancho daquela forma agradável e amigável que fazem nos filmes/séries com seus inimigos. Ele se nega a fazer isso e pede para A.C. apenas conversar com ele – e que raiva que eu estou desse cara também. Todo cheio de “Estou fazendo isso pelo motivo certo. Sou seu amigo e blábláblá...”, pode matar já?! Enfim, Jerry descobre que o tal afegão é o Nassim e tem uma bela de uma tentativa frustrada de mata-lo já que aquele homem da CIA aparece e faz uma pequena ameaça ao Boorman. Este pressiona Howard de novo que decide mandar A.C. interrogar nosso amigo Chris da tal maneira amigável. Sofri junto com o Chris naquela cena em que ele está sendo torturado. Poor Sancho!

Ellen resolve procurar Bill e ao fazê-lo, ele não lhe fala nada e age de forma bem estranha. Um pouco mais pra frente, vemos Bill entregando a Patty a tal informação (pra quem não tinha achado nada, né?!) e dizendo que sua pupila não pode lidar com o caso, que isso é demais para ela. Pergunto-me como a Hewes irá agir em relação a isso. Alguma teoria?!

Nassim e Parsons se encontram novamente e ele diz que o tal homem que tentou matá-lo estava na missão também. Eles saem em um táxi e Jerry os segue... Fico me perguntando o que irá acontecer e depois da promo do 4x05 a minha tensão só aumentou. Até um frio na barriga estou sentindo.

Nota¹: Será que dá para a Parsons descobrir logo que o celular dela está grampeado ou está difícil? Que tensão tudo isso!

Nota²: Para mim, derrubar o Howard é fácil – pelo menos para a Patty –, o difícil será derrubar os outros que estão por trás disso.

Nota³: Fiquei com raivinha do Sancho ter revelado o nome do Nassim. Depois pensei: “Ah! Dá um desconto ele foi mega torturado.” E o outro lado do meu cérebro respondeu: “Ele foi treinado para esse tipo de coisa e o cara mesmo correndo perigo cruzou o oceano para fazer um favor a ele. Se fosse eu, morreria, mas não diria o nome do rapaz."

Curiosidade¹: Vocês sabiam que a Catherine Hewes é interpretada por duas atrizes? =O São as gêmeas, Brooke e Kiley Liddell.

Curiosidade²: William Herndon foi um advogado amigo de Abraham Lincoln e escritor de uma de suas biografias. Pode ter sido apenas coincidência ou uma referência.

Espero que tenham curtido a review. Até a próxima!
That’s all folks ;*

Comentários

  1. Muito boa a review, nem preciso ficar elogiando aqui né... Vc já sabe.
    Mas aqui, que filho da S#$%@ esse A.C em, vontade de fazer vc sabe o que. hehehhe, pensamentos malignos tomam conta do meu ser. 
    Ri alto com as partes do cérebro discordado, hihihihi. Bem legal, as gêmeas mais lindas que já vi. E eu pensando que o afegão era um terrorista, e ia levar uma bomba para a Ellen. Tem gente nessa série merecendo morrer, sim pessoal da HS estou olhando pra vcs. Dá pra ver o quanto Ellen quer ganhar esse caso e se consagrar, mas é verdade mesmo, se ela perder vai ser esmagada, isso que eu gosto de ver na série, Ellen tentando ser melhor que a Patty, mas não tem jeito, Patty é profissa. Muito bom esse ponto que vc destacou, que Patty fingi muito bem estar envolvida, enquanto Ellen está de corpo e alma. Tem muito a aprender com Patty ainda viu Ellen.
    No meu entender Jerry é um agente da Cia, que foi para guerra com o Sancho, tá ficando tenso isso ai..Acho que Patty vai entregar a informação a Ellen, mas nem tudo, ela pode querer ficar um passo a frente de Ellen.
    A promo do próximo episódio foi muito boa, ele vai ser bem tenso, aguarde por fortes emoções..Huararararara [risada maligna].
    ótimo texto e abraço..

    ResponderExcluir
  2. Então Karol, realmente o episódio foi tudo isso e mais um pouco mesmo. Os plots estão bem tensos. Dúvidas e mais dúvidas pairam pelo ar, para sabermos onde diabos vão parar isso tudo. É muito bom ler seus reviews. Sinto viajando no episódio novamente rsrs
    Howard falando de Deus e praticando o diabo, AC diz que é amigo e depois tortura Sanches tá foda. O pior é que depois disso tudo, o fdp do Jerry diz que não precisava mais. WTF.
    Também não já não vejo a hora de Ellen descobrir que seu celular está grampeado. Já passou da hora. Alías ela tem dado muito vacilo devido a sua ganância de ser melhor que Patty. Como assim encontrar com o árabe em público? Mas que Sanches vai dar uns pega nela no final, pode ter certeza rsrs
    Acho que Patty vai agir por trás de sua "amiga" após receber aqueles dados do Bill. Sei lá. Vamos aguardar. 

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …