Pular para o conteúdo principal

The Voice: Os americanos elegem a sua voz!




Curto, intenso e divertido. O novo reality show americano exibido na NBC, veio (com certo atraso) para competir com o American Idol, e após seu final, chegamos a seguinte conclusão.


Há espaço para os dois realitys tranquilamente. The Voice mostrou que vai caminhar com as próprias pernas e que a única semelhança com o reality da FOX, é que são disputas entre cantores, cabendo a nós espectadores, julgarmos o melhor.

Mas esse texto não é para diferenciarmos os reality shows musicais. The Voice chega ao fim da temporada coroando a voz da américa e considero que o público americano fez uma excelente escolha coroando Javier Colon. Desde o início, o cantor já se destacava junto ao público americano. Mas de qualquer forma, o título estaria em muito boas mãos caso Dia, Vicci ou Beverly saíssem vencedoras.

Desde o início os quatro eram os meus favoritos, juntamente com Jeff Jenkins, cujo inexplicavelmente foi preterido por Adam na semi-final. Javier faturou US$ 100 mil mais contrato com uma gravadora, mas quem saiu ganhando fomos nós. Um belíssimo reality, emocionante e divertido. Pena que acabou rápido. O jeito é aguardar ansiosamente a 2ª Temporada.

Mas o programa não foi impecável. Achei as apresentações dos treinadores abaixo da crítica. Sei lá, parecia que estavam com a maior preguiça. achei que faltou críticas negativas em determinados momentos. Os jurados só elogiaram. O tempo todo. O apresentador também não cativou-me. Meio sem graça e robótico. Precisava se soltar mais. O show de encerramento foi bem sem graça também. Por ser encerramento, esperava espetáculo e quase me deu sono.

Mas foi apenas a primeira temporada e tenho certeza que as próximas, corrigirão esses erros bobos e voltaram com coisas novas, nesse excelente reality show musical que chegou pra ficar.

Confira o single que deu o título de "A voz da américa" para Javier Colon.

Comentários

  1. Adorei o The Voice! Só achei que por ser um reality curto, faltou em alguns momentos, uma melhor organização do show. Estava torcendo para a Dia, mas a vitória de Javier não me deixou furiosa como aconteceu na derrota do Adam Lambert, no America Idol 8. Que venha a segunda temporada!

    ResponderExcluir
  2. É verdade. Mas por ser a primeira temporada, a série tem tudo pra bombar daqui por diante. Obrigado pela sua participação e continue comentando no VS!
    Abraço,

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

15 Séries que irão terminar em 2018

2018 já está aí, hora de despedir (ou não) daquela série que acompanhou por anos. Abaixo listo as 15 séries que irão terminar nesse ano, confira:

Este é um apresentação do Microsoft Office incorporado, da plataforma Office Online.

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …