The Big C: Review "Losing Patients" S02E01



Isso mesmo ela voltou, corre pra ver.

Não podia ser melhor, com uma ótima primeira temporada, The Big C volta com toda sua graça e emoção. Mais graça do que emoção, uma premiere marcada pela volta de uma das melhores personagens da série, estou olhando pra você Marlene.

Começamos o episódio com Cathy correndo de Marlene, numa sequência de imagens que vou te falar, me deu medo. A volta da personagem é um presente para todos os fãs.

Logo no início uma bomba, sabemos que a doença de Cathy não é tratável, pois o tratamento não estava dando resultados, e com uma dor de cabeça bem grande, Cathy tenta marcar uma consulta com outro médico, junto de Marlene que tenta convencê-la a desistir de lutar contra o câncer. Mas a melhor cena ficou por conta de Cathy e Paul, comprando e fumando maconha, e no meio das risadas ela conta a Paul que o Dr. Todd a beijou, foi uma cena bem engraçada, não porque eles estavam rindo, mas sim pela cara de Paul ao descobrir tal beijo.

Uma coisa irrelevante no episódio foi àquele terapeuta, não entendi direito sua finalidade, mas fomos recompensados com uma situação bem constrangedora de Cathy tentado invadir o consultório do tal médico conceituado, vestida de Rebecca, total pagação de mico.

Um personagem que cresceu muito desde a primeira temporada foi Paul, de um completo idiota ele passou a ser um companheiro para Cathy, mas a estrela deste episódio foi Thomas. Sou só eu quem acha que ele deveria concorrer ao Emmy, uma atuação impecável?

Duas coisas que eu não me simpatizei na série até hoje, ou melhor, pessoas, o filho de Cathy, Adam, que melhorou depois daquela cena emocionante dos presentes, mas ainda é descartável pra min, e Rebecca, não me conformo até agora por ela ter falado pro Sean sobre a doença, que foi aquela reação dele em relação à doença da irmã, triste e inesperada.
Tecnologia do Blogger.