Papo Série! Entrevistando um "Viciado em Série"! 3ª Edição.



O "Papo Série" está de volta entrevistando mais um Viciado em Série e dessa vez, convidamos o Lucas Murari para bater um papo com a gente.

Lucas tem 18 anos, mora em Agudos (interior de SP), é criador do blog Série Comentada, onde escreve reviews sobre séries. Você o encontra também no Twitter e no Facebook.

Um papo bem divertido e em até certo ponto polêmico. Então sem mais delongas, você conferi a entrevista abaixo.

1 - Segundo seu Orangotag, você assistiu a 1864 episódios e assiste atualmente a 30 série. Usando a sua frase, já esteve perto de ter uma overdose de tanto ver séries? Como conseguiu assistir a tantas séries com apenas 18 anos?

Chega a ser engraçado, mas só agora percebi sobre os 1864 episódios já vistos, quando paro e penso nem acredito que tenha assistido a tudo isso, mas o que acontece é que assisto muita TV, então já vi inúmeras vezes “Um Maluco no Pedaço” no SBT (ainda vejo), “Todo Mundo Odeia o Chris” na Record e por aí vai, com várias outras pessoas não deve ter sido/ser diferente, como na TV aberta não temos muita noção de qual episódio ou temporada determinada série está, é comum ficar surpreso em ver os números dos anos em que passou assistindo “Eu, a Patroa e As Crianças” durante o almoço, por exemplo. Comecei a ver séries religiosamente em 2008 baixando a 2ª temporada de Heroes, e depois Dexter, além de ter começado a ler mais informações sobre séries na internet, me interessando por outros gêneros, começando a evoluir esse meu vicio. Nem gosto muito de me chamar de viciado em séries, em vista de muitos blogueiros, ainda sou iniciante, a parte de quase ter uma overdose de tanto ver séries é mais uma piada com o termo “viciado”, embora já tenha assistido cinco episódios seguidos de “Fringe” uma vez.

2 - 26 de Março é a data de seu primeiro post no Série Comentada. De lá pra cá, passaram-se mais de dois anos. Qual é a principal motivação para manter o blog sempre atualizado?

Creio eu que minha principal motivação é que o mundo das séries sempre está em movimento, sempre tem coisa nova estreando e isso rende material. Além do fato de que eu gosto de escrever, gosto de expressar minha opinião e gosto de séries, uno o útil e o agradável. E a cada aniversário do Série Comentada eu me pergunto: “Estou fazendo um trabalho bom o suficiente para justificar mais um ano? Ou simplesmente deveria parar?” Porque acredito que não importa os visitantes, contanto que eu faça um trabalho bom e enriquecedor para mim, continuarei postando.

3 - Você se incomoda quando gasta horas fazendo um review e o mesmo não é comentado ou comentam de forma destrutiva?

É como eu disse antes: “Contanto que eu faça um trabalho bom e enriquecedor para mim, continuarei postando.” Lógico, eu adoraria olhar as estatísticas do blog e ver que tive duas mil visitas e 170 comentários num só post, todo mundo gosta de ser reconhecido, de interagir com outras pessoas que compartilham sua paixão, mas nada vem de repente, posso começar a fazer sucesso amanhã, talvez daqui a dez anos, talvez nunca faça, mas temos que ter paciência. Quanto aos comentários destrutivos, tenho até uma história sobre isso: apareceu num post em que expressava meu descontentamento com “Glee” um comentário com ofensas a mim e ao blog. Eu nunca tinha enfrentado um comentário desses, fiquei sem reação, não sabia se ignorava, respondia à altura ou apagava. A verdade é que este comentário ainda está no blog, eu não o apaguei, deixo lá como um aviso do tipo: “Lembre-se Lucas, da próxima vez você não pode se deixa ser pego de surpresa” É chato receber um comentário desses, ainda mais quando está começando na área, é um assunto muito delicado.

4 - Qual a melhor série que ninguém assiste?

Vixe, essa é difícil! Creio que seja “Justified”, o western moderno do FX. Provavelmente alguém vai falar que eu estou maluco e que essa série não é nem um pouco desconhecida, e até concordo, mas como estou direto no Twitter, costumo ver o pessoal comentando sobre séries, e ninguém fala sobre “Justified”. Sempre leio blogs com reviews e nenhum dos que acompanho comenta sobre a série, é meio chato você ter uma série favorita e ninguém comentar sobre ela.

5 - Você assiste a alguma produção nacional, como mini-séries, novelas, Big Brother...?

Raramente. Não nego a qualidade das produções nacionais, mas ainda falta muito para elas me conquistarem, geralmente elas se arrastam demais e isso cansa. Mas confesso que no ano passado “Na Forma da Lei”, “Ti Ti Ti” e “Separação” foram uma das produções nacionais que mais gostei de acompanhar, mesmo que com uma irregularidade absurda, do tipo de assistir a um capitulo em 40.

6 - Pelos seus comentários no Twitter, notei que você se decepcionou com a série Lost. Foi perca de tempo assistir as 6 temporadas da série?

Nossa! Sério? Eu nunca vi Lost na minha vida! Vi o último episódio da 1ª temporada e os dois primeiros da ultima, ambos na Globo. Mas meu irmão era viciado e sempre passava um resumão do episódio, e como não sou nem um pouco sedento de informação, lia sempre reviews, noticias e spoilers da série, então eu sabia o que acontecia em Lost, por isso acabei não gostando da resolução, achei óbvia demais para todo o burburinho que a série fez entre os fãs durante os 6 anos.

7 - Como assim United States of Tara é melhor Dexter?

HeheheUnited States of Tara que deixei Dexter em uma posição menos nobre da minha lista de séries favoritas, o que não quer dizer que Dexter seja ruim (NUNCA!), mas United States of Tara chutou Dexter pra escanteio por seu roteiro bem escrito e a atuação fantástica de Toni Collette. Sou sempre assim com as séries que acompanho, a cada mês elas mudam de posição no meu ranking mental de séries.

8 - Que série atual te deixa louco para que venha o próximo episódio?

Mais uma vez, United States of Tara. Essa terceira temporada está ótima e muito empolgante. Mas também não vejo a hora de rever Laura Linney e seu personagem em The Big C, que inicia sua 2ª temporada dia 27 de junho.

9 - Qual série você assistiria 20 temporadas tranquilamente?

Sinceramente? Nenhuma. Por melhor que ela possa ser, um dia ela tem que acabar. Nem que ela seja uma série procedural do tipo CSI que está a 12 anos no ar, ela precisa ter um final, creio que seja um desrespeito ao espectador, aos atores e a equipe prendê-los durante tanto tempo. Sim, há a opção de renovarem elenco, abordagem e equipe técnica, mas corre o risco dela se perder nessa transição e amargar um cancelamento sofrido. É aquela famosa história: o melhor é sair enquanto se está por cima.

10 - Qual é a sua expectativa quanto ao Summer Season 2011?

São boas. Estou ansioso pela segunda temporada de The Big C e pela quarta de Damages. No mais, uso esse tempo de midseason e Summer Season para ver algumas séries antigas ou que estão atrasadas, como Mad Men, Being Erica, Battlestar Galactica, 30 Rock, The Good Wife e Grey’s Anatomy. Mas nada impede que acabe encontrando por acidente alguma série nova e boa para acompanhar.
Tecnologia do Blogger.