Grey’s Anatomy: 7x22 – “Unaccompained Minor” [Season Finale]


Por: Tobias (@onlytobias)
                                                                                                                      
E o momento tão aguardado chegou, o final da sétima temporada da melhor produção em exibição na televisão norte-americana. Depois do espetacular season finale da sexta temporada, que eu elejo como um dos melhores episódios já assistidos por minha pessoa enquanto seriador, chegou a vez de mudar o foco, sem atiradores, sem a tensão de ver sua vida em risco. Mas talvez muito disso tenha acontecido também neste episódio.

Vejamos bem, não havia um atirador ameaçando a todos, mas tínhamos tiros para todos os lados, os personagens voltados uns contra os outros. A vida de ninguém estava em risco, mas a metáfora de que o emprego de Mer, que é sua vida, digamos assim, estava na corda bamba. Mas vamos deixar as comparações de lado, vamos tratar especificamente de “Unaccompained Minor”.

Quando um avião caiu em uma canal, toda a equipe do Seattle Grace estava de prontidão aguardando a chega dos sobreviventes. Mas eis que nossos residentes lidam com uma situação diferente: não há sobreviventes, eles estão inativos, sem terem o que fazer. A demora os consomem, e é perceptível a angústia que eles sentem. Mas então, surge uma garotinha, que foi miraculosamente encontrada com vida. E eles se vêem podendo dar uma boa noticia, finalmente. Inicialmente pensei que os pais de Bailey estavam no avião, mas isso não se concretizou.

E eis que Shonda Rhimes conseguiu me surpreender. Cristina Yang grávida. Cristina obviamente não lidou bem com a situação, e, por querer abortar, acabou tendo uma discussão com Owen. E ela teve que deixar sua casa, se dirigindo à de Meredith.

Depois de Alex ter aberto a boca, Mer foi descoberta, o que gerou muita discussão, ela se recusava a dizer o que fez, alegando que assim não prejudicaria o estudo, mas pressionada por Derek e Webber ela confessa ter trocado o medicamento de Adele. O que deixou Webber apreensivo, afinal, ele estava dividido entre o profissionalismo e o amor por sua esposa. Derek continuou indignado, e disse que iria reportar os acontecimentos à comissão.

A adoção de Zola por MerDer foi aceita, e a garotinha pode se mudar com a mãe, sim, já que o futuro pai deu um tempo à Mer. Muito bacana a cena em que ele esta dormindo na casa sem parede. Detalhe: a quanto tempo essa casa não aparecia, não é?

Como já estava prevendo, April se tornou residente chefe. Talvez ela realmente seja adequada para o cargo, mas agora terá que agüentar o ódio de todos os seus colegas. Ah, e, infelizmente, Altman não foi embora. Acabou se redeclarando para seu 'marido'.

E assim, Grey’s Anatomy chega para uma oitava temporada totalmente reinventada. Por isso que eu digo que nem de longe o episódio foi ruim. Grey’s é como uma montanha russa, a cada novo momento temos uma reinvenção que nos faz amar ainda mais a série, ou não. A renovação é um dos grandes trunfos da série, e um imenso leque de possibilidades foi aberto.

Não acredito que Yang abortará realmente. Algo a impedirá. Derek possivelmente voltará para Mer, e quanto a situação profissional de Mer e do SGMWH, ainda não sei o que pensar. Mas por enquanto é isso. Até a oitava temporada!
Tecnologia do Blogger.