Pular para o conteúdo principal

Glee: 2x19 - "Rumours"


Por: Tobias (@onlytobias)

Depois do excelente episódio "Born This Way", Glee nos apresentou um episódio água-com açúcar.

Não que tenha sido ruim, as performances musicais foram muito boas, mas o episódio em si não acrescentou muito à trama. Dando continuidade ao seu plano de destruir o coral, Sue reativa o jornal da escola, e começa a plantar boatos, sobre os membros do Glee club. Num dos momentos tristes do episódio, Artie chama Brittany de estúpida, levando a garota aos prantos, já que, segundo ela, ele era o único que nunca a tinha tratado dessa maneira. Com o New Directions à beira do abismo, Will se utiliza do álbum “Rumours”, da banda Fleetwood Mac, lançado, também, quando o conjunto estava se destruindo. Assim, cada membro do coral escolheria uma música do álbum que mais lhe agradasse.


April Rhodes voltou! E tentando convencer Will a partir com ela para se apresentar na Broadway, eles até cantaram uma música juntos, e Emma o incentivou a buscar esse sonho, mas ele não poderia deixar as crianças do coral, já que lãs também são o sonho dele, e mais do que isso, ele precisa ajudá-las a conquistarem seus sonhos.

E, assim, Santana simplesmente domina o episódio com a apresentação de “Songbird” dedicada a Brittany. Sempre elogiei Santana, já que ela consegue nos passar muita emoção quando canta, e nessa música, simplesmente nos arrepiou.

Finn e Quinn fazem um dueto. Rachel canta outra música que claramente explicita seus sentimentos em relação ao jogador de futebol. Quinn fica furiosa e proíbe Rachel e Finn de cantarem juntos.  

Ao final do episódio, os membros do coral descobrem que Sam está passando por uma situação difícil, já que seu pai perdeu a casa e agora eles vivem num quarto de pensão. Isso esclarecia a maior parte dos boatos que circulavam pela escola, de que ele e Quinn estavam se encontrando num hotel, de que ele poderia estar tendo um caso com Kurt... Na verdade, Queen estava ajudando-o a cuidar de seus irmãos, enquanto Kurt tinha dado algumas de suas roupas para ele. Ao descobrirem que os boatos eram mentira, eles solidarizam, resgatam o violão que tinha sido penhorado e cantam uma músiquinha meio chocha selando sua amizade e blá, blá, blá.


Destaques do episódio:
*Sue fantasiada de David Bowie e Ann Coulter foi sensacional, adorei esse estilo 007 dela agir para não ser notada;

*Brittany e Lord Tubbington, em seu talk-show “Fondue For Two”. Foi simplesmente demais. Pra variar, a garota roubou a cena, e as esquetes das entrevistas me divertiram muito. O ponto alto de “Rumours”.

Fiquem ligados! Na semana que vem teremos o episódio do baile! Com direito a dueto de Mercedes e Santana (!!!) em “Dancing Queen”, clássico de um dos maiores grupos que já existiram: ABBA! Além disso, teremos a performance da música (se é que se pode chamar assim) “Friday” de Rebecca Black, hit que se popularizou nas redes sociais pela, digamos, grande complexidade da letra... Agora é só aguardar!

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…