Pular para o conteúdo principal

Fringe: Review "The Last Sam Weiss S03E21


"Em caso de emergência, quebre o vidro" Sam Weiss

Que loucura esse episódio de Fringe!

Fringe promete deixar todo mundo de boca aberta nessa reta final da temporada, e após "The Last Sam Weiss" não temos a menor dúvida quanto a isso. Faltando 1 episódio para o fim, nada está definido e vários rumos poderão ser tomados, nos enlouquecendo cada vez mais nessa excepcional temporada de Fringe. Ajeitem-se na cadeira porque Walternativo não está para brincadeira.


Qual mundo sobriverá? Os dois? Nenhum? Haverá um 3º universo? Quem vai morrer no final? Essas e muitas outras perguntas serão respondidas no season finale de Fringe, mas acredito que algo surpreendente nos espera e qualquer conclusão agora provavelmente será precipitada.

Literalmente, o episódio teve momentos eletrizantes. Os efeitos colaterais da máquina de Walternativo estão cada vez maiores e a divisão Fringe não teve como evitar as mortes e os estragos no lado de cá. Partiram diretamente para a fonte do problema, enquanto Walter e Astrid tentam saber o que estava acontecendo. Walter chegou a uma conclusão ponderável. Não entendi porque não fizeram o que disse. O transporte da máquina parecia a melhor opção, apesar de que essa hipótese não foi descartada ainda.


Fringe está muito bom, mas claro que tem momentos negativos. Destaco dois:

-Olívia tendo que ameaçar Sam Weiss com a arma para que seguissem com o plano, foi difícil de engolir. Podiam ter feito de outra forma não forçada.
- Sam Weiss parar aquela porta contando com sua perspicácia no boliche, também foi difícil de acreditar, mas o restante do episódio compensou e muito.

"Em caso de emergência, quebre o vidro" e após Sam Weiss quebrar a vidraça onde estava a chave e usá-la para abrir a caixa guardada junto ao túmulo de seus ancestrais, a surpresa. Fiquei completamente boquiaberto quanto vi aquele desenho de Olivia. Ela é a chave! Como assim? Um desenho de Olívia guardado a muitos anos, muito antes dela nascer? Sensacional descobrirmos/confirmarmos que tudo está relacionado em Fringe. Nada é em vão. O destino de Olívia é esse, e tudo que aconteceu, não é culpa de ninguém, como a própria acusou Walter, certa vez. Está escrito. São os salvadores do universo, se é mesmo esse o objetivo.

Então vem a parte mais "cabulosa" do episódio. Peter sobreviveu (claro), e esteve em transe durante todo o episódio, voltando sua memória aos poucos e no final, foram tentar parar a máquina. Olívia (a chave) usa de seus poderes telecinéticos e abre caminho para Peter. A máquina o recebe de braços abertos (perdão pelo trocadilho), e depois simplesmente vemos-o no meio de uma guerra civil, num universo desconhecido, 15 anos de diferença.

Where the hell Peter está? Viajou pra outro universo, ou para o futuro? Acredito que seja para o futuro, principalmente com a menção do 11 de Setembro, fazendo um paralelo de guerra contra o Oriente Médio, mas não descarto a hipótese de outro universo. Só o season finale da semana que vem nos dirá. Aguardo ansiosamente.

Obs: Os posts de Fringe é sempre o mais acessado do blog, mas estão com muito poucos comentários. Essa é a hora de debatermos e trocarmos teorias sobre o final. Deixe sua teoria, dica ou observação nos comentários que iremos trocar idéias com o maior prazer, além de animar a nossa equipe que dedica horas para escrever.

Glyphs: "MULTI". Referente a outro(s) universo(s)? Poderá ser completada no episódio seguinte? Mil teorias podem serem criadas a partir dessa palavra.


Observador:

Como essa é a semana do season finale de Fringe, teremos posts diários, debatendo tudo sobre essa série fantástica. Conto com a presença de vocês!

Comentários

  1. Vamos considerar tudo o que Walter fez ate agora: Trabalhava para o governo desafiando as leis da ciência; roubou o filho de outro universo, quando não deveria ter contato como ele e quebrou o limite da mente humana quando tratou crianças com cortexiphan. Lembro tudo isso para que tenhamos em mente quanto estrago as leis naturais sofreram e que a partir desse ponto tudo é possível.
    Esse ultimo episodio cumpriu a promessa de que tudo pode acontecer. Creio que nenhum universo foi destruído e que na verdade tivemos uma fusão dos que já conhecemos. Destaco que esse episodio me lembrou muito a primeira temporada: Olivia conhecer Peter não foi coincidência (como John alertou no piloto), Jones citado e se minha teoria estiver certa, uma guerra acontecendo entre os mundos como pregavam o ZFT. Nesse caso faria todo sentido que Jones quisesse encontrar com William e prova que seus atos não seriam de todo mal (embora ele tenham pensado mais nele mesmo do que na sobrevivência dos universos e seus objetivos não fossem dos mais pacíficos), uma vez que agora precisaríamos de soldados mais do que nunca, já que teríamos uma batalha pela sobrevivência de dois mundos ocupando o mesmo espaço. Ok, estou viajando, mas tudo que a serie mostrou dizem que eu posso.:P
    Fringe tomou um rumo inesperado e certamente se firmou como um dos melhores dramas da atualidade nessa temporada. Esse episódios em seqüência foram ótimos para a serie (sempre detestei a queda de ritmo na reta final de um show), logo não preciso comentar como ele foi ótimo e na semana que vem verei os três últimos juntos, para ter a sensação de um completo.
    Agora, destaque para a química entre Olivia e Peter eles funcionaram muito bem nesse final de temporada e para a coesão do roteiro (a explicação da rejeição da maquina a Peter foi crível e totalmente lógica, embora fosse bem simples). Por ultimo não vou ousar especular muito sobre o que virá, embora tenha minha teoria, só quero saber quais rumos a serie ira tomar.
    Ps 1: Discordo de um ponto da review, acho natural a hesitação do Sam já que não se poderia prever como a maquina iria reagir.
    Ps 2: Será que a narrativa da serie vai se assemelhar a de Lost (que terminou a sua terceira temporada com um eps. flashforward) que oscilava entre o futuro e o presente na sua quarta temporada?
    Ps 3: Legal saber a historia de Sam, ele não era um fist people e por enquanto ficaremos sem saber mais sobre ele, mas foi legal conhecer a sua historia (excluindo sua passagem como professor em Community rsrs).

    ResponderExcluir
  2. Tenho uma teoria. Não sei se está correta mas pelo menos faz sentido pra mim. O Sam disse no episódio que a máquina não foi feita para destruir universos, logo, presumo eu, foi feita para construir universos. Se as “primeira pessoas” conseguiram prever a existência de Peter e Olívia, acredito que, conseguiram prever a destruição deles nos universos que nos são apresentados na série. Assim construíram as máquinas para criar um universo onde poderiam sobreviver de alguma maneira.
    Imagino eu, que se existem 2 máquinas em casa universo, se as duas forem ligadas simultaneamente poderiam construir um novo universo, mas se forem ligadas em apenas um iria destruir o outro.
    Loucuras a parte …. esse episódio foi foda, e se continuar assim posso esperar pela 4ª, 5ª, 6ª … temporadas de Fringe.

    ResponderExcluir
  3. Marcos:

    Essa teoria de fusão dos universos é boa. Não tinha pensado nisso e como disse, em Fringe, nada é coincidência mesmo.
    Concordo que Sam deveria hesitar em algum momento, mas a forma que criaram, foi muito forçada. Preferiria de outra forma.
    Vejo muita coisa que se assemelha a Lost em Fringe. Isso que citou é uma delas. A trilha sonora é tão boa quanto (claro, Guiacchino). No momento em que olívia tentava desligar o alarme, veio na minha cabeça a 2ª temporada de Lost, quando os alarmes da escotilha soaram. Demais! Coisas de J.J.

    Robert:

    Loucura coisa nenhuma. Excelente teoria e torcerei para que se confirme. Tem tudo a ver e seria sensacional. Vida longa para Fringe!

    ResponderExcluir
  4. Fringe está simplesmente GENIAL.
    E já bate uma tristeza saber que sexta-feira será o ultimo episodio da temporada.

    E aquela braçadeira amarela no policial no final do episodio? Será que significa o terceiro universo como foi muito especulado?

    ResponderExcluir
  5. Bem, a minha teoria é meio bizarra. Primeiro eu ouvi rumores que alguém importante morreria (mas quem era essa pessoa, nao foi divulgado).

    Eu imagino o seguinte: quem garante que aquele “Peter” que apareceu no futuro é o nosso Peter? Será que ele não pode ser o filho da Bolívia? Mesmo pq, se o Sr. Secretário acelerou a gravidez da Bolívia, ele poderia muito bem fazer o menino crescer (ficando igual ao pai). Percebam que em nenhum momento ele foi chamado de “Peter” e sim de “agente Bishop”.

    Talvez o Peter tenha morrido, e o que vimos era o futuro mesmo, e não uma “viagem” ao futuro pelo Peter. Acho que ele morreu ao entrar na máquina, e um dos mundos tb terminou. E ele agora está num terceiro universo parelelo onde encontrará outra Olivia e outro Walter. Talvez, ele tentará salvar o que resta do universo azul…

    Enfim, em se tratando de Fringe é uma possibilidade…rsrsrs.

    Loucura demais não?

    ResponderExcluir
  6. Fringe está sensacional.É a série que assisto fielmente e aguardo ansiosa pelo seu dia.Acho que a mudança do dia de fringe prejudicou sua audiencia.Amo a série.Achei o post muito bom só discordei com os pontos negativos pois achei o episódio perfeito.Devíamos fazer uma uma mobilização para fringe voltar para seu dia original.

    ResponderExcluir
  7. Thiago:

    Sua especulação é uma das hipóteses. Estou na dúvida entre fusão dos universos, ou 3º universo. Não sou louco de descartar nenhuma hipótese

    Cacau:

    Sua teoria é muito boa. Seria uma ótima, caso fossem para esse lado, mas pelos promos lançados hoje... Não vou falar mais para não passar spoiler. Se quiser saber, depois dá uma olhada nesse post http://bit.ly/mdv4sk

    Dr Fringe:

    Também adorei o episódio e sua idéia é muito boa. Se houvesse um horário melhor, Fringe decolaria.

    ResponderExcluir
  8. Uma review foda pra um episódio foda!
    Tinha uma teoria, mas ela foi meio abalada pelo último trailer.
    O que eu não consigo parar de me perguntar, é sobre o cara do dirigível (do episódio LSD), e eu tinha um pensamento igual ao da Cacau. Tipo, se o Walternativo acelerou a gravidez, ele pode ter acelerado o crescimento, e o filho da Bolivia pode ser o cara do dirigível no futuro.
    Outra coisa, é em relação ao MULTI do "The Last Sam Weiss", que pra mim, pode significar o seguinte: Se podem existir 2 universos paralelos, por que não imaginar que podem existir mais?
    Falando no Sam Weiss, eu lembro de "Don't trust Sam Weiss." Quem garante que ele falou a verdade pra Olivia? Eu ainda não descartei a possibilidade de ele ser um dos First People, ainda mais se tratando de Fringe.
    Pensei em algumas coisas me mirabolantes, mas sei lá, vai que eles tbm pensaram, né?
    Outra coisa que reparei, foi que tem o número 2026 no carro da policia, na cena do museu. Agora, eu gostaria de saber oq diabos aconteceu em 2021... xD
    Então, vou me aproveitar aqui da review foda pra pedir apoio da galera pro "Movimento #Fringe", com o intuito de levar a tag #Fringe pros TTBr's dia 06/05 (Season Finale! Vlw

    ResponderExcluir
  9. Matheus:

    Primeiramente obrigado pelos elogios.

    Suas teorias são bem interessantes, mas como vc disse, realmente caíram por terra com essa última promo, mas quanto a idéia de vários universos é válida, não descarto, mas acho improvável. Pela promo acho que um universo só existirá e walternativo tentará acabar com ele, vivendo nele próprio. Talvez consiga e tenha que fugir para um outro universo na S04, sei lá. Viajando um pouco. Mas eu confio no Sam. Segundo Nina, Bell confiava muito nele e acho que uma reviravolta nesse sentido, seria estranha. Mas Fringe é assim mesmo. Não dá pra definir nada, e o bom é especular.

    Tamo junto no movimento nas sexta! #Fringe

    ResponderExcluir
  10. Cara, sem duvida essa parada aii vai dar muito oq falar e ainda vai deixar MUUUITA coisa ´pra ser explicada na 4 season, eles não vão entregar tudo de bandeija... mas que tem um 3º universo isso é quase garantido!!

    ResponderExcluir
  11. Como assim essa hipótese foi descartada. A divisão Fringe transferiu a Maquina para a Ilha da Liberdade SIM!

    ResponderExcluir
  12. Gabriel:

    Eu não disse que essa hipótese foi descartada. Mas realmente ela foi movida sim. Passei desapercebido. Achei que quando Olívia abriu passagem para Peter, ainda não tinha sido movida. Esperava que movessem-a nesse SF, e revi a cena para conferir. Vou alterar o texto para não criar confusão. Valeu por avisar.

    ResponderExcluir
  13. A ideia ai em cima do filho da Bolivia ser o cara do dirigível é bem interessante.
    Pelo visto teremos uma temporada bem mais centrada na visão do Peter. E eu espero que a Olivia não morra .-.
    Minha curiosidade é: Vai ter abertura de cor nova? Eu bem que gostaria, mas penso que é mais provavel que eles só alterem os nomes das ciências de borda.
    As expectativas são grandes, vamos aguardar agora.

    Ps: Jones não havia deixado uma caixa com itens para a olivia treinar? Pensei que a usariam ela nesse episódio.

    ResponderExcluir
  14. A ideia ai em cima do filho da Bolivia ser o cara do dirigível é bem interessante.
    Pelo visto teremos uma temporada bem mais centrada na visão do Peter. E eu espero que a Olivia não morra .-.
    Minha curiosidade é: Vai ter abertura de cor nova? Eu bem que gostaria, mas penso que é mais provavel que eles só alterem os nomes das ciências de borda.
    As expectativas são grandes, vamos aguardar agora.

    Ps: Jones não havia deixado uma caixa com itens para a olivia treinar? Pensei que a usariam ela nesse episódio.

    ResponderExcluir
  15. Fringe está sensacional.É a série que assisto fielmente e aguardo ansiosa pelo seu dia.Acho que a mudança do dia de fringe prejudicou sua audiencia.Amo a série.Achei o post muito bom só discordei com os pontos negativos pois achei o episódio perfeito.Devíamos fazer uma uma mobilização para fringe voltar para seu dia original.

    ResponderExcluir
  16. Bem, a minha teoria é meio bizarra. Primeiro eu ouvi rumores que alguém importante morreria (mas quem era essa pessoa, nao foi divulgado).

    Eu imagino o seguinte: quem garante que aquele “Peter” que apareceu no futuro é o nosso Peter? Será que ele não pode ser o filho da Bolívia? Mesmo pq, se o Sr. Secretário acelerou a gravidez da Bolívia, ele poderia muito bem fazer o menino crescer (ficando igual ao pai). Percebam que em nenhum momento ele foi chamado de “Peter” e sim de “agente Bishop”.

    Talvez o Peter tenha morrido, e o que vimos era o futuro mesmo, e não uma “viagem” ao futuro pelo Peter. Acho que ele morreu ao entrar na máquina, e um dos mundos tb terminou. E ele agora está num terceiro universo parelelo onde encontrará outra Olivia e outro Walter. Talvez, ele tentará salvar o que resta do universo azul…

    Enfim, em se tratando de Fringe é uma possibilidade…rsrsrs.

    Loucura demais não?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …