Glee: Review "Born This Way" S02E18


Enfim Glee voltou do hiato. Born This Way foi muito bom. Quem precisa dos negligenciados? Coitados! A culpa não foram deles, mas chega de falar do episódio anterior e vamos direto ao novo episódio, um dos melhores da temporada onde o Glee Club superou os seus defeitos e nos disseram porque nasceram assim.


Como acontece sempre em um bom episódio de Glee, há uma mistura entre drama, comédia e ao final, sempre tiramos uma lição de vida. Muitos se espelharam nos problemas de Ratchel, Quinn, Emma e cia, mas o importante é que todos enxergaram que não adianta fugir de seus problemas, têm que enfrentá-los. Vencendo ou aceitando. Quinn venceu, Ratchel aceitou e quem ganhou com isso foram nós que tiramos uma ótima lição de moral, com muita alegria ao som de uma boa música.

Após as regionais, sabíamos que mais cedo ou mais tarde, Kurt retornaria ao Glee Club e os produtores souberam fazer essa fusão. Tudo bem que Santana manipulou Karofsky, mas de qualquer forma, sua estratégia serviu para balançar o homossexual homofóbico. Kurt fez o que deveria ter feito antes de sair da escola e enfrentou seu maior medo, ainda contra-atacando. Senti falta de Kurt pelo menos tirar satisfação com Santana , mas em síntese, foi um bom retorno, inclusive com belas atuações musicais. Boa Kurt!

Este episódio foi especial com 90 minutos de duração (intervalo comercial incluso). Foi praticamente uma homenagem a Lady Gaga. Além de fecharem com chave de ouro com a música "Born This Way", o tema teve tudo a ver com a cantora. Veja como foi:


Quinn??? Quem te viu e quem te vê. Sensacional a trama mostrada entre ela e Lauren. Nossa gordinha preferida sabe aceitar um desafio. Não só aceitou, como venceu. Muito má da parte dela, expor nossa querida loira desse jeito? Mas ainda bem que a pediu desculpas. Até a mais perfeita de todas tem (tinha) defeito. Quinn pelo menos foi recompensada no final com doces palavras de seu namorado. Até que enfim, Finn deu uma dentro nessa temporada.


Outros momentos importantes:

*Finn dançando foi uma piada, apesar que não ficou (muito) feio.
*A trama envolvendo Will e Emma foi bem fofa, ao contrário de outras bem chatas de episódios passados.
*Boa homenagem prestada por Blaine e os Rouxinois. Algo me diz que dificilmente voltaremos a ver nossos passarinhos cantando.
*Nunca Achei que diria isso, mas não senti a menor falta de Sue Sylvester no episódio.

Tecnologia do Blogger.