Pular para o conteúdo principal

Fringe: Review "6.02am EST" S03E20


"Está acontecendo". "Dê-lhe as chaves e salve a garota". As frases enigmáticas do observador estão começando a se encaixar e a fazer sentido em Fringe. Tudo já está programado para acontecer e nada poderá ser mudado. Nada acontece sem o consentimento dos Observadores e isso é o que ficou bem claro nesse episódio, onde as "6.02am EST" o mundo começou a despedaçar.


Não que a divisão Fringe de cá, já tenha jogado a toalha, mas estavam completamente sem defesas, até Nina tirar uma das cartas de sua manga. Como assim Nina, guardar essa super informação durante esse tempo todo? Tudo bem que a ameaça de perder a fonte era plausível, mas dentro dessas circunstâncias, seria mais do que obrigatório a revelação. Porque diabos Bell não mencionou a pessoa para Walter na sua "segunda passagem" na terra?

Sam Weiss, a fonte segura de Nina, pessoa de alta confiança de William Bell, será a chave para parar dispositivo apocalíptico. Sim mas não parece simples assim, e tudo estará reservado aos dois últimos episódios da temporada, onde saberemos qual mundo sobriverá.

Sim, mas até chegarmos a essas conclusões, muita coisa importante foi nos mostrada nesse episódio, principalmente a experiência do cientista, já prevendo o Apocalipse, enquanto Walter lamenta, além de tomar decisões precipitadas e incertas. Corajoso da parte deles e emocionante a cena, mas tentaram parar a máquina apenas contando com a lógica/sorte. A máquina o rejeitou, obviamente por já ter sido ativada. Mas estava curioso para saber com a máquina reagiria. Felizmente não causou a morte de Peter.

Fascinante acompanharmos o desenvolvimento dos acontecimentos. Desde o início apocalíptico já imaginando consequências, até quando Nina revela que o Âmber não seria suficiente para deter todas as anomalias. Pessoas irão morrer. Isso é fato. Isso é guerra.

Descobrimos o verdadeiro motivo de Walternativo acelerar a gravidez da Falsolívia. O que Walternativo tem de mal, tem de perspicaz. Pouco importava a vida de Falsolívia e agora, nem a de seu filho importa mais, deduzindo que sua vingança é mais importante do que tudo, e matar bilhões de pessoas, milhões de criança, não o fará ter insônia. Ativou a máquina, apenas com parte do DNA de Peter e para ele, o resto não interessa mais. Incrível é que Walternativo não aceita os testes laboratoriais utilizando crianças, mas não importa com a morte de milhões delas no mundo paralelo.  

Louvável a atitude da Falsolívia. Com disse várias vezes nas review do blog, torcia muito para assistirmos as duas Olívias lutarem juntas no final e parece que isso vai acontecer. Não acredito que Falsolívia terminará a temporada trancafiada naquela jaula. De um jeito ou de outro será importante nessa história. Como torci para que ela conseguisse viajar para outro lado. Vocês nem imaginam.   

Maravilhoso episódio. Esse foi meu sentimento após o término do episódio, fazendo jus a essa excepcional temporada, onde põe Fringe como uma das melhores séries da atualidade. É obrigatório a presença da série na lista dos indicados ao Emmy desse ano, juntamente com John Noble e Anna Torv. Infelizmente os americanos continuam desvalorizando a série e não dando a audiência merecida. Lamentável.

Glyphs Code: "Agent". Relacionado a Sam Weiss? Não tenha dúvida.



Observador:


Comentários

  1. O inicio do fim, finalmente!!! Espero o momento dessa guerra, desde a primeira temporada e ela começou tensa. A destruição do nosso mundo foi mostrada de forma sutil e interessante, nada de espetáculo com efeitos especiais, mas a tensão gerada que é muito mais impactante. A atuação do elenco consegue me impressionar a cada episódio e como se já não bastasse o espetáculo do eps. anterior temos John Noble variando de personalidade de forma incrível durante os 40 min.
    Mas me dando a liberdade de viajar um pouco, creio que esse episodio foi a prova definitiva de que ninguém esta a salvo (a impressão que tive e que qualquer um pode se f#$%¨&) e que Sam é sim confiável, e ainda acredito que William não precisava avisar sobre ele, afinal ele se mostrou quando julgou necessário (e como uma peça importante na guerra, foi mais prudente que ele estivesse nas sombras de qualquer maneira), entretanto, ele é um personagem que ainda vai da matéria para especulação (mas do que já gera). Aliais, não vejo BOlivia e Olivia trabalhando juntas, e tenho a forte impressão que BOlivia não volta na próxima temporada. Por fim, o que dizer sobre Peter?...Em relação a ele, não vejo nada de bom se aproximando, mas vou aguardar pra ver onde essa historia irá chegar.
    Como o episódio foi de certa forma "incompleto", preferir moderar nos comentarios, mas esse episódio deu muita margem para teorias e aguardo ansiosamente pelo proximo capitulo dessa historia.

    ResponderExcluir
  2. Excelente o episódio! Bastante focado na trilha principal e criando cliffhangers para os momentos finais da temporada!

    Estou realmente ansioso para ver os próximos capítulos!!!

    ResponderExcluir
  3. O inicio do fim, finalmente!!! Espero o momento dessa guerra, desde a primeira temporada e ela começou tensa. A destruição do nosso mundo foi mostrada de forma sutil e interessante, nada de espetáculo com efeitos especiais, mas a tensão gerada que é muito mais impactante. A atuação do elenco consegue me impressionar a cada episódio e como se já não bastasse o espetáculo do eps. anterior temos John Noble variando de personalidade de forma incrível durante os 40 min.
    Mas me dando a liberdade de viajar um pouco, creio que esse episodio foi a prova definitiva de que ninguém esta a salvo (a impressão que tive e que qualquer um pode se f#$%¨&) e que Sam é sim confiável, e ainda acredito que William não precisava avisar sobre ele, afinal ele se mostrou quando julgou necessário (e como uma peça importante na guerra, foi mais prudente que ele estivesse nas sombras de qualquer maneira), entretanto, ele é um personagem que ainda vai da matéria para especulação (mas do que já gera). Aliais, não vejo BOlivia e Olivia trabalhando juntas, e tenho a forte impressão que BOlivia não volta na próxima temporada. Por fim, o que dizer sobre Peter?...Em relação a ele, não vejo nada de bom se aproximando, mas vou aguardar pra ver onde essa historia irá chegar.
    Como o episódio foi de certa forma "incompleto", preferir moderar nos comentarios, mas esse episódio deu muita margem para teorias e aguardo ansiosamente pelo proximo capitulo dessa historia.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …