Desperate Housewives: 7x17 - “Everything's Different, Nothing's Changed"


Por: Tobias (@onlytobias)

“SURPRESA! O que?! O que eu deveria dizer quando alguém ganha um órgão? RIIIIIM!” - Gaby


A sétima temporada de Desperate. Muitos apostando na continuidade da queda de qualidade da produção. Que nada, Desperate veio com tudo! O season finale já vem se aproximando (e será duplo, por sinal), e assim, nós, fãs da série, temos muito o que comemorar, afinal, não é fácil para uma produção deste nível dar a volta por cima.

Em “Everything's Different, Nothing's Changed", tivemos o desenrolar da situação de Beth, após assinar os papéis, tornando-se doadora de um rim para Susan, ela atira em si mesma. Mas a decisão também passa pelas mãos de Paul. Com Beth em morte cerebral, o que ele vai decidir? Aceitar que ela se torne doadora e ver Susan feliz? Não apostava nisso. Fiquei até um pouco confuso. Mas sim, após se negar, e ter uma conversa com a mãe de Beth, ele acaba cedendo e em um momento emocionante conversa com Susan. Mas havia algo por trás, com relação à mãe de Beth. Estaria ela tramando mais alguma coisa? Usando a morte da filha para comover a justiça e ganhar a liberdade provisória?

Com a morte da vizinha, todos acharam melhor Renée cancelar a festa da primavera, mas essa se recusou. Sem os convidados que ela realmente desejava. Acabou por encher sua casa com desconhecidos. Ao ser questionada por Gaby do porque de insistir em manter a festa, descobrimos que sua mãe também cometeu suicídio, deixando-a traumatizada.

Tom recebeu uma proposta irrecusável para trocar de emprego, mas optou por não abandonar seu amigo Carlos. Lynette então passou a fazer de tudo para que ele aceitasse. Será que Tom vai ser corrompido pelo dinheiro? Vai trocar a amizade por dinheiro? E Lynette que pegou um carro na concessionária e estacionou na casa de Carlos para fazer o marido pensar que estava sendo enganado pelo amigo que diuzia estar quebrado?

Andrew, está cada vez mais perdido no mundo do álcool, após algumas tentativas de Bree de levá-lo a uma reunião, tivemos a exposição da verdade por parte dele. Bree sempre foi uma mãe – perfeita – dominadora e que não dava muita atenção ao filho. Mas depois, após refletir que ela talvez poderia ter ajudado Beth, resolveu que não deixaria nada acontecer a seu filho. E em uma conversa franca. Ele se abre, dizendo que seu namorado o abandonou, e isso estava acabando com ele.

A reflexão de Mary-Alice nesse episódio foi fantástica (só pra variar né?). Há momentos que mudam nossa vida para sempre, e essa sétima temporada de Desperate Housewives, mudou a série. A volta por cima. O recomeço. Alguém duvida que a DH ainda pode render muito?
Tecnologia do Blogger.