Being Human US 1x13 - "A Funny Thing Happened On The Way To Me Killing You"


Um episódio que, com certeza, vai ser lembrado por muito tempo.
Depois de muito tempo escrevendo e apagando, enquanto ouvia Don’t Look Back in Anger (sim, a música do final que fez todo mundo ficar arrepiado), percebi que não poderia passar tudo que eu senti nesse episódio, nem se escrevesse um poema de 3 páginas.

Felicidade, Angústia, Surpresa e Preocupação foram alguns dos sentimentos que eu pude nomear, entre os muitos que esse episódio me proporcionou, desde o “Previously, on Being Humanaté o momento que eu caí na real, e percebi que o episódio tinha acabado. Então, comecemos pelo início do episódio.
Ok, tenho que admitir que nunca gostei de cenas muito sentimentais, mas me impressionei com o Josh contando como eles se conheceram, e terminando com “Quero que você saiba quem você é pra mim. Nada mais importa. Não mais.” Enquanto a música de fundo diz que “É uma coisa bem difícil, se limpar”, lembrando a todos que foi a vontade do Aidan de se manter “limpo” que levou eles até esse ponto.
Logo depois, vem a parte do episódio que as pessoas não fazem questão de comentar. Sally percebe que “perdeu a condução pro outro lado”, Josh descobre que Celine sabe sobre o Bishop. Poucos minutos perdidos.

Isso devia ter acontecido vidas atrás. E sinto muito por ter que acontecer durante a de vocês.”. É com essa frase que começam os planos, pra batalha entre Bishop e Aidan, ou Bishop e Josh, como foi proposto. Mais uma demonstração de como Aidan e Josh são dispostos a dar a vida pelo outro, e como Sally está sendo influenciada por isso. Sendo sincero, peço desculpas às pessoas que gostam da Celine, mas não senti tanta emoção em relação a ela e o Aidan, como eu achei no episódio passado.

A situação entre a Nora e o Josh realmente ficou meio preocupante, durante esse episódio. A todo momento, eu me preparava pra ver ela chegando, e falando que ia mudar pra algum lugar, bem longe dele. Fico feliz por não ter acontecido.
Enfim, chegamos à batalha entre Aidan e Bishop. Na minha opinião, até essa parte teve uma sinceridade imensa, das duas partes e termina de uma forma interessante, e, porque não, sentimental? E, o que parecia ser o fim para Josh e Nora se torna um novo começo com o que eu apelidei carinhosamente de Wherewolf-family!
Enfim, nosso vampiro tão esperado aparece: Hegeman chega e levanta dúvidas.Ela quer te conhecer”, ele diz. E eu pergunto “Quem é Ela?”. Bom, vai ficar pra próxima temporada, essa resposta.
Queria terminar esse post com uma pergunta: Eu sou estranho, ou todo mundo que viu esse episódio ficou de queixo caído e coração acelerado quando tocou “Don’t look back in anger” e mostrou Aidan e Josh passando em frente à cena do acidente da Sally, enquanto o vocalista do Oasis canta “Sooo, Sally can wait, she knows it’s too late, as she’s walking on by...”?

Tecnologia do Blogger.