American Idol 10: Review Top 8 com todas as apresentações da noite.


Por @Fabioins_

Enfim a justiça voltou a prevalecer no American Idol. Após o chocante resultado da semana passada, parece que as coisas voltaram ao normal, principalmente agora com o afunilamento da competição. Fica cada vez mais difícil a escolha do público, mas o que dá pra tira de bom é que agora dificilmente acontecerá injustiças. Definitivamente vão votar em seus favoritos e não vão esquecer de ninguém.

Quanto ao resultado, comentaremos mais no final. Vamos começar com as apresentações, que nessa semana, cantaram sobre o tema "Músicas de Filmes". Praticamente todos estiveram ótimos. Os que não foram tão bons, acabaram indo para o bottom 3.

Paul McDonald, que encerrara a noite de shows do Top 9 esplendidamente, abre o Top 8 de forma morna. Elogiado pelos jurados e aclamado pelo público mas não foi uma de suas melhores apresentações, e nessa fase tem que estar no seu melhor dia. Como isso não aconteceu, acabou merecidamente esteve entre os três menos mais votados. Paul cantou "Old Time Rock And Roll" de Bob Seger. Veja como foi.


Em seguida vem a doce Lauren Alaina. Excepcional apresentação, dessa que é uma das favoritas a vencer a competição. Cantando "The Climb" de Miley Cyrus, ela deu um show e emocionou a todos com sua voz doce e perfeita. Lauren soube escolher a canção no momento certo. Meio caminho andado para o sucesso e a outra metade, ela preencheu perfeitamente. Continue lendo e assista.



Então a zebra entra no palco. Coitado de Stefano Langone. A culpa não é dele por ter mandado Pia embora, mas que ele já era pra ter saído a muito tempo, não tenha dúvidas. Pra mim não estaria nem no Top13, mas o garoto não deixa de ser um bom cantor, e nessa apresentação, chegou em seu nível máximo e obteve sua melhor apresentação, porém não foi suficiente para deixar de figurar entre os menos votados, devido a seu passado na competição. Stefano Langone interpretou muito bem "End of the Road" de Boyz II Men.


Desculpem-me os fãs de Scotty McCreery. Enjoei dele. Tem até nos mostrado nuances, más ainda considero-o "mais do mesmo". Foi bem (como sempre) cantando "I Cross My Heart" de George Strait, mas ainda não emociona. Suas caras e bocas estão começando a me irritar e ainda não aprendeu a se vestir. Dentro do seu ramo é prefeito, mas para ser um ídolo americano, precisa de mais e Scotty já deu o que tinha que dar, a hora dele sair está chegando. Talvez no top 6.


Então o mundo parou. Casey Abrams entrou novamente com o seu baixo, contrariando seus instrutores e cantando o que realmente quer. "Nature Boy" de Nat King Cole. Uma bomba de música, pois, se mal executada, seria quase que vexatória. Simplesmente o cara arrebentou. O melhor da noite na minha opinião, mostrou toda sua qualidade e calou a boca de quem (eu) estava duvidando da sua apresentação. Achei um pouco prepotente ao escolher a música, mas acabou dando certo. Porém deve escutar um pouco mais seus instrutores.


Haley Reinhart. Depois de duas magníficas apresentações, a loira vem para o Top8 e arrasa novamente. Esteve bem cantando "Call Me" de Blondie, apesar de que os jurados não acharam tanto. Esteve abaixo de suas duas apresentações anteriores e talvez por isso, tiveram essa opinião. Haley não terá atuações magníficas toda semana, mas a que apresentou, esteve no mesmo nível dos competidores e achei injusto figurar no bottom 3, que pra mim estaria reservado a Scotty.


Um pouco deprimido, sobe ao palco Jacob Lusk. Depois de figurar entre os menor votados, o cantor parece que perdeu um pouco a confiança, mas felizmente não deixou afetar sua apreentação. Cantando "Bridge over Troubled Water" de Simon & Garfunkel, figurou entre os melhores da noite. Soltou e vozeirão, agradou a todos e seguiu mais feliz que nunca. Agora, Jacob, vê se levanta a cabeça na hora dos resultados. Cabeça erguida! Você é um dos principais favoritos.


Então o mundo parou, parte 2. James Durbin você é doido? Aposto que ele diria sim. E pra alegria geral da nação, quanto mais doido, mas amamos ele. Contra tudo e contra todos, James canta Heavy Metal de Sammy Hagar e literalmente bota barulho no Idol. James foi perfeito, mas gostaria que ouvisse um pouco mais seus instrutores. Humildade de vez em quando é bom.


Então a América votou. Paul, Stefano e Haley ficaram entre os menos votados. Fiquei triste por Haley compor o bottom 3, mas felizmente Ray já tirou-a de lá rapidamente.

Ô americanos, vocês não gostam de cantoras não? Não é possível! 6 Homens e 2 mulheres. O justo seria 4 para cada lado, mas...

Então o público americano decidiu que Paul deixasse o programa. Triste mas foi justo. Apesar de sua boa apresentação, Paul esteve abaixo. Abaixo até de Stefano, que a princípio era o mais rejeitado dos oito e se não fosse por sua excelente atuação, teria ido já nessa, mas top 7 pra ele é muito. Perdemos o sorriso de Paul, mas uma hora ele teria que sair. 8ª posição pra ele está de bom tamanho.

Fim de mais uma espetacular semana. A próxima promete ser ainda melhor porque "This is American Idol".



Tecnologia do Blogger.