Dexter: "A transformação de Monstro para humano, mas ainda sem coração" 5x01/02

Review: Com Spoilers para quem ainda não assistiu S05E01 S05E02

Uma série que se pode chamar de "drámatica" por gênero, número e grau, essa é série se chama Dexter.

"Rita está lá dentro. Fui eu"

Essa foi a primeira frase de Dexter após a morte de sua esposa Rita.

E ele está mais do que certo. Realmente não dá pra negar que Dexter foi o responsável pela morte de sua esposa. Agora, responsável é diferente de culpado. Mas se Dexter tivesse matado Arthur quando teve chance... E se tivesse o entregado para polícia? Poderia matá-lo depois! E se, e se...

Mas o que está feito está feito e como o próprio disse, não dá pra voltar atrás. Dexter terminou com a vida de Rita por não conseguir se livra de seu "passageiro sombrio" que sempre existiu em seu interior e principalmente, não seguiu a risca o código estipulado por seu pai, por um simples motivo. Dexter está cada vez mais se transformando em um humano, muito bem exemplificado na cena onde mata aquele "Zé Mané" folgado, sem nenhum tipo de precaução e exibindo todo seu sentimento em poucas lágrimas e alguns gritos.


Apesar de não transparecer, sabemos que Dexter está arrasado pela morte de Rita. Mas do jeito dele. Sabe que poderia ter a evitado, mas seu mundo desabou justamente naquele dia. Problemas de Deb, seu emprego, sua família e principalmente com seu alvo, cujo, se transformou de uma preza fácil, para o principal tormento de sua vida.


Mas contudo, a vida continua e Dexter se tornou (tenta) pai solteiro de três crianças, mas cuidará pessoalmente apenas de Harrison, pois, Astor foi a única que enxergou a verdade de dentro de seus olhos. Dexter não pode negar. Mas independente de Coby não concordar de ir morar com seus avós, todos sabemos que essa é a melhor forma de protegê-los. E Harrison? Um novo Dexter?

Como será que as coisas vão acontecer daqui por diante para Dexter? As pessoas que amam, sempre estarão em perigo do seu lado. Ele não será capaz de protegê-las o tempo todo. Seus filhos, sua irmã, seus amigos. Não seria melhor Dexter se abrir para sua irmã que é apenas questão de tempo para que ela descubra toda verdade? Lembrando que as pessoas que realmente aceitaram Dexter do jeito que é, ele acabou as matando.

Até que ponto sua mentira o acorbertará? Até que ponto a vida dupla de Dexter existirá? Por enquanto as coisas seguirão com sempre esteve. Dexter nunca vai conseguir deixar de matar, principalmente agora que está sem coração, pois, como o próprio disse;

"Rita tinha um grande coração, o bastante para nós dois"

Notas:

* Elliot. Tem mistérios que o rondam, com certeza. Não me surpreenderia se ele for o verdadeiro assassino de Rita. Talvez tivesse imitado o modo que Arthur matava suas vitimas? Porque Arthur não disse que matou Rita nos últimos segundos de sua vida?

* Comentários bastante infeliz de Matshuka ao ver Rita morta na banheira. Não achei graça nenhuma

* Ainda não dá pra engolir a morte de Rita. Continuo achando sua morte extremamente desnecessária. Acontece muito em séries, personagens morrendo devido a contratos refeitos, propostas de outros trabalhos, mas não no caso de Julie Bens. Foi opção dos roteiristas. Agora para acompanhar Julie Bens só em "No Ordinary Family"
Tecnologia do Blogger.