Pular para o conteúdo principal

Supernatural: Review Episódio "Exile On Main" S06EP01


Com Spoilers

Texto: Alexandre Borges "Seriadores"

Se os roteiristas queriam fazer desse um novo piloto para Supernatural, eu sinto muito informar que não funcionou. A série precisa de um recomeço. E urgente.

Não me critiquem por dar minha opinião sincera. Eu sei que muita gente deve ter gostado do episódio, mas eu achei uma premiere bem fraca para uma série que precisa se reiventar. Sendo ainda mais sincero, o que eu vi foi uma sucessão de acontecimentos sem muita importância e jogados um por cima do outro sem uma explicação maior ou sem se ligarem para dar um sentido maior. Foi tudo muito frio. Sem emoção alguma, sem em momento algum me lembrar o porquê de Supernatural já ter sido uma das minhas séries favoritas (na 4ª temporada e na primeira metade da 5ª) e o pior: Sem me deixar um milésimo sequer ansioso para ver o resto da temporada, o que NUNCA havia acontecido em todos esses anos. Eu sei que é só a season premiere e que podem explicar coisas mais no futuro, mas não dá pra deixar de lado coisas assim.

Clique em mais informações no fim do post para exibir o texto completo

Qual a sua avaliação do episódio "Exile On Main"
Sensacional
Muito Bom
Razoável
Ruím
Péssimo



Essa coisa de equipe de caçadores, por exemplo. Em sua essência, Supernatural é Dean e Sam e Sam e Dean. A dupla imbatível como na época de ouro da série. O Sam ter se reunido com esses parentes, caçado com eles e agora apresentado-os ao Dean não faz sentido. E olha que eu tô ignorando o fato de não terem dito como o Sam saiu do inferno ou de onde essa família brotou, porque acho que serão coisas explicadas futuramente. Espero, ao menos. O avô dele parece um demônio, de verdade. Não duvido nada que isso seja um plano. E de verdade? Eu espero mesmo que seja. A Sera prometeu uma volta as origens. E a origem, até onde eu sei, está em Sam e Dean.

A tentativa forçada de recriar o abraço dos irmãos, como em Lazarus Rising quando o Dean voltou do inferno, foi mal sucedida. A cena daqui não teve um milésimo da emoção que a original teve e eu não tô falando do Sam ou do Dean, mas dos dois. Estavam tão frios que eu quase não reconheci neles os personagens que eu gostava. O mesmo vale para o reencontro com o Bobby. Seco. Vazio. Não parecia nem de longe aquele Bobby que os considera como filhos e que passou 1 ano sem vê-los. E jura mesmo que o Bobby passou esse tempo todo sem sequer procurar o Dean? Passivo demais para ele, não acham?

Essa falta de emoção também se aplica a família de Dean, Lisa e Ben. Ou sei lá se pode se chamar isso de família. Me soou muito artificial. Eu não tenho nada contra Ben e Lisa, os adoro. Mas não consegui me importar com essa coisa do Dean de manter a família. Não senti um verdadeiro laço entre eles. Não sei vocês, mas não me convenceu, de verdade. Faltou alguma coisa ali. Espero que dêem uma direção legal para eles e que não os deixem simplesmente isolados, como se não existissem.

Quanto ao plot da temporada, parece interessante e promissor isso de seres do mal andando sob a luz do dia nesse mundo pós-apocalíptico. A caça aos monstros do episódio foi até interessante, mas a série não pode se resumir a isso toda semana. Muitos podem dizer que no começo era assim e tudo, mas eu não consigo mais imaginar Dean e Sam apenas caçando o monstro da semana. Espero, sinceramente, que uma trama maior seja (bem) desenvolvida por trás disso. Eu realmente juro que não queria ser mais pessimista do que eu já estava com essa 6ª temporada, mas depois dessa premiere foi impossível.

Eu quero de volta aquela Supernatural que eu tanto adorava.

P.S: Senti falta do Cas. Será se ele volta no próximo?

P.S.S: Adorei o novo logo. Tomei um susto com o barulho de vidro quebrando.

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Confira as 5 séries mais vistas na Netflix pelo mundo

Nos últimos dez anos, a Netflix transformou a forma como o mundo assiste filmes e programas de TV, fornecendo aos assinantes uma enorme biblioteca de clássicos convencionais  e dezenas de recomendações personalizadas - tudo disponível na ponta dos dedos. Isso é mais do que apenas conveniência,  é a metamorfose da mídia.
Usando os dados do Google Trends, o site highspeedinternet.com classificou os países pelo número de pesquisas relacionadas à Netflix e referenciou as suas classificações com as séries mais procuradas. No mapa acima você confere qual é a TOP de audiência em cada país, e, abaixo você confere quais as 5 séries mais procuradas no serviço de streaming.
TOP 5:

1 - Sherlock
2 - Friends
3 - Narcos
4 - House of Cards
5 - New Girl