Pular para o conteúdo principal

Sessão "Leitura e Repercussão". Livro "Bad Twin"

Nota de avaliação: 09

É um ótimo livro. "Bad Twin", teve como grande jogada de marketing, a série Lostapesar de não ter praticamente nada a ver com a série. O que existe é algumas referências sobre os números malditos, a família Widmore, que está bem presente no livro, mas nada relacionado a Charlies Widmore (personagem muito importante da série), além da citação sobre Alvar Hanso e sua fundação, oceanic air lines e entre outros não relevantes a série.

A grande jogada de marketing foi dada quando anunciaram que o autor do livro, Gary Troup, estava no vôo 815 que caiu na ilha. Gary Troup, teria morrido sugado por uma turbina do vôo 815 e seu manuscrito foi lido por Sawyer em um dos capítulos da série, além de Troup ser um dos candidatos de Jacob e ter seu nome escrito em sua caverna. Tudo isso de forma fictícia.

Para fãs de Lost, como eu, fomos atraídos pelo marketing mencionado, mas quando comecei a ler o livro, vi que não tinha nada a ver com Lost a não ser os fatos que mencionei acima. Apesar disso não reduziu meu interesse em lê-lo, pois a história é bem estimulante. Seu gênero é bem parecido com o de Lost.
Suspense, drama, romance, ação e entre outros.

Bad Twin nos dá um sentimento primordial de um bom livro. Aquele sentimento de não querer parar de lê-lo, pois, independente da pouca relação com Lost, vale a pena.

Paul Artisan (detetive particular) é o personagem principal da série onde recebe uma missão de seu cliente Clif Widmore de encontrar seu irmão Zander Widmore desaparecido. Durante a história acontece diversas tramas relacionadas a viagens, assassinatos, romances entre outros. O final é bem empolgante e após você fechar o livro terá apenas um sentimento. Satisfação.

Sinopse oficial:

Bad Twin é um romance relacionado com o seriado da televisão Lost. O romance é atribuído, na ficção, a "Gary Troup". Em 18 de junho de 2006, o Daily Variety revelou que Bad Twin teve como autor o romancista Laurence Shames. O romance conta a história de um decadente e desatualizado detetive particular, Paul Artisan, que foi contratado para encontrar Zander Widmore, o degenerado irmão gêmeo de Cliff Widmore, um endinheirado e bem-sucedido herdeiro. Assim como várias histórias do gênero, o caso mostra a fundo um mundo sinistro de traição e confusão a partir do momento que Artisan começa a seguir os rastros de Zander por todo o mundo, de Manhattan a Flórida, a Cuba, a Austrália. Ele recebe a ajuda de Manny Weisman, um velho amigo professor de Artistan, com quem Artisan divide os cuidados de um cachorro chamado Argos, que recebeu esse nome em referência ao fiel cachorro de Odisseus. Manny dá um contexto histórico aos eventos em que Artisan se encontra e sempre fornece comentários filosóficos sobre as ações de vários membros da família Widmore.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …